Sendo Puta Por Profissão e Prazer

Tenho uma amiga em Ribeirão Preto que cobra pra dar uma bela trepada. Não vejo problema nisso ela é sigilosa e além de tudo gosta do que faz. É uma gata de 39 anos, magra, morena, marcas de biquine, siliconada e buceta lisinha. Já contei uma trepada com ela e sua prima. O conto anterior é o 171096 (Uma é bom, duas é melhor ainda). Leiam… é um tesão e verídico como o de hoje. E tem fotos dela lá.
.
Não resisto a ela e sempre que posso dou um pulo no seu apartamento e passamos algumas horas juntos. Como ela sabe que sou casado me atende quando eu posso. Hoje foi um desses dias. Acordei as 4 da manhã, pau super duro e minha esposa negou fogo. Por volta das 6 da manhã mandei uma mensagem para Aninha e ela disse que estava acordada:

LibidGel

– Vem pra cá gato, só demora uns 20 minutos para chegar que vou tomar um banho.

Cheguei ela destrancou o portão, peguei o elevador e chegando no seu apartamento me recebeu apenas de toalha. Cheiro bom de café fresco, me ofereceu e tomei um gole. Enquanto isso ela já estava tirando minha roupa e a toalha já havia sido colocada sobre uma cadeira na cozinha.

Aumento Peniano

Segurou minha rola e veio me puxando para o quarto, puxando pelo pau. Sentou na cama e me fez ficar em pé na sua frente. Cuspiu no pau e começou a mamar. Aquilo já foi me deixando louco logo de cara. Mamou uns cinco minutos e precisei tirar da sua boca, antes que gozasse.

Deitei-a na cama e chupei sua bucetinha. Que delicia, cheirosa, perfumada… adoro o cheiro matinal de buceta. Chupei gostoso e fiz com que gozasse na minha boca gritando alto e me xingando de puto e vadio.

Coloquei a camisinha e fui socando a rola nela num delicioso frango assado. Estava uma deícia, buceta super apertada. Ela fica contraindo a buceta enquanto soco a pica. Ela então quis ficar de quatro e mais uma vez bombei como sei que ela gosta. Força e ritmo. Começou a xingar de novo, estava gozando… Pediu para eu me deitar e veio por cima. Ela sabe que desse jeito eu não resisto muito tempo. Sentou de uma vez e aquilo ficou maravilhoso. Sua buceta parecia dez vezes mais lubrificada. Subia e descida ditando o ritmo. Quicava como uma verdadeira puta e quando falei que estava gozando, sentou até o final e ficou rebolando e contraindo a buceta fazendo meu pau gozar tudinho até a última gota.

Tomei um banho e vim para o trabalho e aqui escrevendo para vocês já estou de pau duro de novo. Essa Aninha é foda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *