Virando a putinha safada do negão

Meu marido trabalha numa multinacional alemã, mas que tem grande parte dos negócios nos Estados Unidos, e com isso, desde o início do ano passado, ele tem ficado a maior parte do tempo por lá…em setembro passado, o Diretor Chefe dos negócios americanos se aposentou, era um senhor idoso, e meu marido por se destacar pela eficiência nos negócios da empresa, foi escolhido pela diretoria do grupo pra ser o novo diretor, embora com pouca idade, mas havia uma condição, ele teria que fixar residência em Nova York!!! Ele já até havia comprado um

apartamento por lá, e aceitou na hora, e me chamou pra ir morar lá com ele!!!
Acontece que eu e minha irmã temos uma rede de lojas de roupas femininas aqui no Brasil, e até uma grife que está tendo muito sucesso…e com isso, eu não poderia ir morar lá com ele!!! Ficou um clima chato, pesado, entre nós…mas teria que ser assim, ele lá e eu aqui no Rio!!! No início de outubro ele foi nomeado o Diretor Chefe da filial americana, foi uma recepção muito bonita, eu fui lá pra participar daquele momento de enorme felicidade dele, foi uma promoção gigante na carreira dele, e ele estava sorrindo à toa…mas fiquei só por 2 dias e voltei…ele estava com tanto serviço que pouco nos falávamos, no início de novembro decidi tirar uns dias de folga e ir passar lá com ele pra matar a saudade…ficou combinado que eu iria numa sexta à noite pra chegar lá sábado pela manhã, e assim foi…quando cheguei lá no aeroporto sábado umas 8 e pouco da manhã, liguei pra ele e deu fora de área…como eu tinha a chave do apartamento que ele havia me dado, peguei um táxi e fui pro endereço…no elevador liguei pra ele de novo, e nada!!! Abri a porta e entrei, deixei a mala na sala e fui até o quarto dele, ele estava na cama com duas garotas, todos pelados!!! Dei um sorriso porque vi que ele estava bem de mulher…kkkkkk…fui pra cozinha fazer um café e acho que fiz algum barulho…
Estava na sala tomando o café e comendo um pedaço de queijo, quando aparece meu marido pelado e diz: “oi amor, a quanto tempo!” já estávamos há um mês sem nos ver, chegou perto e me deu um beijo rápido, quase que um selinho…logo depois as garotas apareceram, também nuas…ele me apresentou a elas como sua esposa, as duas fizeram cara de assustadas e se entre olharam!!! Eu dei um sorriso e disse em inglês que não tinha problema, que o importante é todo mundo se divertir!!! Acabei o café, me levantei, e dei um beijo na boca de uma, e depois na outra, e ficamos todos sorrindo!!! As garotas se arrumaram e foram embora…fiquei ali na sala batendo papo com meu marido sobre o mês que se passou, ele me contou as novidades e eu falei alguma coisa sobre mim…ele foi no quarto se vestir e eu também me troquei, estava um dia lindo mas frio, ele me levou pro Central Park e passeamos por lá, depois ele disse que tinha um almoço pra ir, pra eu vir junto…o almoço foi tipo um churrasco americano no quintal da casa de um dos chefões de lá, era uma mansão enorme com um quintal enorme também…eles só fazem um hamburguer enorme e salsichão tipo calabresa, esse é o churrasco de americano…e muita cerveja de boa qualidade!!! Assim passou a tarde, uma roda dos homens falando de negócios e outra roda das mulheres falando sobre amenidades e moda!!! Estava muito chato, e eu já estava meio altinha…fomos embora já estava escurecendo…nem jantamos porque já havíamos comido muito…naquela noite ele me comeu, mas foi uma transa bem fria, sem aquele fogo que ele sentia por mim antes, a mulher percebe essas coisas!!!
Acordamos no dia seguinte, no domingo, tomamos café e pouco nos falamos…umas 10 e pouco da manhã ele me chamou pra ir no Central Park pra conversarmos!!! Nós sentamos em baixo de uma árvore, estava sol mas muito frio, ainda mais na sombra!!! Ele disse: “Soninha, estou levando uma vida aqui com muita responsabilidade na empresa, sou requisitado o dia todo, tenho que estar presente em tudo, e quando chega de noite pego umas garotas pra relaxar, você viu duas delas ontem” eu disse: “isso é normal, todo homem faz isso” ele disse: “pois é, mas eu acho que vc deveria se sentir livre de agora em diante pra arrumar um namorado, ou namorada, fixo, pra não passar as noites sozinha!” entendi como se ele estivesse querendo acabar o casamento, ou pelo menos dar um tempo!!! eu disse: “então vc acha que é melhor darmos um tempo?” ele disse: “é isso mesmo, acho que será melhor pra nós dois”…e ficou um silêncio, uma mulher sente muito uma separação, mesmo que seu amado já estivesse meio frio há tempos, mas quando o fato é consumado, a mulher sente muito!!! fiquei meio perdida, sem saber o que dizer ou fazer…e decidi voltar pro apartamento, pegar minha mala e ir embora, só não sabia pra onde, pra um hotel, ou pra Miami pegar uma praia, ou voltar logo pra casa no Rio!!! Voltamos pro apartamento e minha mala ainda estava quase toda arrumada, deixei a chave do ap em cima da mesinha de centro da sala, e dei tchau pra ele, ele me segurou e me beijou, de novo um beijo rápido, quase um selinho…e assim fui embora, peguei um táxi e decidi ir pro aeroporto, não queria mais ficar ali em Nova York…no aeroporto fui num bar e pedi uma dose de whisky, tomei de um gole só, paguei e fui me sentar num banco…resolvi voltar pro Rio, e comprei uma passagem pra um avião que sairia 2 horas da tarde…tinha bastante tempo ainda, e nem estava com fome pra almoçar…só fiquei ali parada pensando na vida…fiz o check in, peguei o avião e vim embora!!!
Estava muito chateada, triste, pra baixo…e os dias foram se passando, nem queria mais saber de sexo…agora em janeiro passado, umas amigas me convenceram a sair com elas, bebemos, dançamos, e acabamos numa cama com 4 garotas nuas se pegando, foi uma noite deliciosa, e despertou em mim os prazeres do sexo!!! Um dia no final de janeiro, iria chegar estoque novo, e decidi ir mais cedo pra receber tudo e arrumar na loja a meu gosto…os shoppings abrem pro público 10 da manhã, mas o pessoal do estoque, atendentes e donas de lojas, chegam umas 9 horas pra arrumar tudo antes das lojas abrirem…estava na loja e aparece um negão alto, de uns 1,85m de altura, e super forte, com duas caixas nos ombros, coloca no chão e fica me olhando de cima em baixo me comendo com os olhos, então numa voz forte e grossa, parecia um trovão, ele me pergunta: “a senhora é a dona da loja, a dona Sonia?” eu respondo: “sim, sou eu, porque?” ele disse: “queria agradecer a senhora por ter me dado esse emprego, estava precisando” nem me lembrava mais que no início de janeiro havia assinado o contrato de um novo estoquista, porque o antigo pediu demissão…eu disse: “tudo bem, é bom ter um emprego, seja bem vindo” durante esse tempo todo, parecia que ele estava fazendo um raio X de mim, me vendo nua com os olhos, eu senti minha xaninha dar sinal de vida, mas me segurei, foi minha libido que me fez dizer “seja bem vindo” e não euzinha!!! Ele deu um sorriso pra mim e foi embora…uma das meninas da loja me disse: “nossa, que foi isso? ele estava te comendo com os olhos!” eu dei um sorriso e disse: “é, eu percebi” e fomos arrumar a loja…
Depois desse dia, sempre que havia estoque novo eu estava lá, era a primeira a chegar, até antes das 9!!! kkkkkkk…e o Marcos, ou Marcão como ele dizia, começou a trocar algumas palavras comigo, ficamos meio que “amigos”…se bem que não acredito em amizade entre homem tarado e mulher gostosa!!! kkkkkkk…um dia no início de fevereiro, uma senhora que tem uma loja de lingerie e eu compro muito lá, me deu um endereço de uma outra senhora que tinha uma confecção caseira, era muito humilde, ela e sua filha costuravam pra fora sob encomenda, mas estavam sem pedidos, e em dificuldades financeiras…pensei em dizer não, porque já tenho meus fornecedores e minha grife, mas sabe quando a gente fica sem jeito de dizer não? pois é, foi isso, e acabei dizendo que iria lá no sábado próximo…o problema é que o endereço era de Nova Iguaçu, bem distante, e não conheço nada por lá…na sexta pela manhã chegava estoque pro fim de semana, e lá estava eu às 8:50 da manhã!!! kkkkkkk…estava com 2 meninas da loja, as atendentes, quando chegou o Marcão com as caixas, eu estava de costas pra entrada da loja e estava falando sobre o endereço com as meninas…ele disse bom dia, colocou as caixas no chão, e disse: “fica perto da minha casa, sei onde é, posso ir com a senhora amanhã” eu disse: “não obrigado, vou pegar um uber e volto nele” ele então disse: “é muito longe, os motoristas não vão querer fazer a corrida, e se ele não quiser esperar, lá ninguém anda de uber ou táxi” de novo minha libido falou mais alto que eu, e senti que seria uma chance de ficar por um longo tempo sozinha com ele, já estava há 3 meses sem uma pica dentro de mim, e aquele machão alto e forte, com voz de trovão, estava mexendo comigo…e concordei, disse: “tudo bem, então amanhã vc vem aqui pro shopping umas 10 horas, e nós vamos no meu carro” ele disse: “eu tenho uma lata velha, sei dirigir e tenho habilitação” eu disse: “mas meu carro é automático” ele disse: “já dirigi muito carro automático, é melhor eu dirigir porque sei o caminho!” e assim ficou combinado, no sábado não haveria estoque novo e ele poderia ir comigo!!!
Mil coisas se passaram na minha cabeça, naquela noite de sexta pra sábado, bati umas 5 ou 6 siriricas, até usando consolo e imaginando aquele homem dentro de mim!!! Estava meio que tarada por uma pica, ainda mais uma de negão!!! Sábado cheguei umas 10 e pouco na loja, ele já estava lá sentado num banco em frente, falei com as meninas e fui embora com ele…as meninas me deram aquele olhar de “ela está aprontando!” kkkkkkk…dei um sorriso…mais uma vez, minha libido falou mais alto, e eu havia colocado um vestidinho vermelho bem curtinho, que já nem usava mais faz tempos, é muito indecente de tão curto, mas queria provocar aquele homem…assim que entrei no carro na garagem, o vestidinho subiu ainda mais e minhas coxas ficaram quase todas de fora, ele deu uma olhada e disse: “a senhora hoje caprichou na roupinha, está muito linda, muito gata” dei um sorriso e disse: “obrigada” ele ligou o carro e saímos, ele estava dirigindo bem, parecia estar acostumado com carro automático…Marcão tem uns 30 anos de idade, e como disse, alto e forte e com uma voz que parece um trovão, mas nunca tinha visto ele de roupa de sair, só tinha visto ele com um macacão bem largo usado pelo pessoal do estoque, mas naquele dia ele estava com uma bermuda bem apertada, e aparecia bem um volume enorme, gigante, no meio de suas pernas…o maior que já tinha visto!!! Ele sentado ali no carro dirigindo e eu não conseguia parar de olhar disfarçadamente praquele monte grandão no meio de suas pernas…ele por sua vez, nem disfarçava suas olhadas pras minhas coxas, de vez em quando eu cruzava a perna esquerda em cima da direita pra mostrar ainda mais minha coxa, e ele olhava muito, e com aquele olhar de desejo, ficava até com medo dele bater o carro!!! kkkkkkk…perto de lá, o trânsito estava meio engarrafado, e a gente parava toda hora, ou por sinal que fechava…uma hora ele perguntou: “está gostando do meu monte?” fiquei calada, ele então pegou minha mão esquerda e colocou em cima do seu monte, um calafrio correu minha espinha indo parar na xaninha que ficou molhadinha, cruzei as pernas e ele foi passando uma mão na minha coxa, era uma mão grande, forte, e muito quente, fiquei ensopada, minha calcinha devia estar molhada, e eu dei um gemido baixinho, o trânsito andou e ele mandou: “tira a calcinha e me dá” eu obedeci e tirei a calcinha e dei pra ele, ele pegou e ficou dirigindo com a mão esquerda e com a direita colocou a calcinha no nariz e ficou cheirando e passando a língua, eu fiquei mais ensopada ainda, não me aguentei, abri as pernas, levantei o vestido, e comecei a me tocar…ele disse: “que lindo, ela é rosinha!” jogou a calcinha pro banco de trás e foi alisando minha bucetinha, eu gemia muito, coloquei minha mão em cima do seu monte e fiquei alisando, e ele enfiou um dedo e logo depois dois dedos, e ficou me comendo com os dedos, eu gemia alto ali no carro e tive um orgasmo intenso, delicioso…ele deu um sorriso e disse: “a patroinha está com o maior fogo, hoje eu vou apagar esse fogo todo, vou te comer bem gostoso!” eu dei um sorriso e fiquei quietinha, estava molinha, descansei um pouco e me ajeitei no banco, desci o vestido e pedi pra botar a calcinha de volta, ele disse: “hoje a patroinha vai ficar sem calcinha, de lá vou te levar pra minha casa e te comer todinha! Vou apagar esse fogo todo” ele disse que estava perto, parou o carro perto do local, pra sair do carro coloquei minha bolsa na frente de minhas pernas, porque tinha gente passando na calçada e todos olharam pra gente, um negão alto e forte e uma lourinha gostosa e com as coxas de fora!!! senti os homens me comendo com os olhos, mas olhei pro chão e ele me levou pro endereço…era um lugar humilde, logo a senhora e sua filha me atenderam, eram muito simpáticas, me mostraram o local onde elas trabalhavam, duas máquinas de costura velhas…mas tudo bem…encomendei uns shortinhos bem curtinhos de jeans e de outros tecidos mais finos, elas disseram que nunca haviam feito isso, mas que iriam caprichar…fiz uma encomenda pequena, mais como um mostruário, mostrei as fotos dos shortinhos, frente e verso, e passei pra filha no celular…peguei o zap dela, e a senhora me pediu uma grana adiantada pra poder comprar os tecidos e alguma linha…tudo bem, fiz um cheque e dei pra ela, até bem acima do valor da encomenda, elas me olharam e eu disse que era pra elas capricharem muito!!! elas agradeceram…batemos um papo e saímos, o Marcão disse que acorda cedo e estava com muita fome, eu disse pra irmos num restaurante, e ele disse que estava sem grana pra pagar a conta, eu disse: “tudo bem, deixa que eu pago!” e ele me levou numa churrascaria ali perto…ele comeu uma travessa de carnes, toda a farofa, o arroz, a maionese, enfim, comeu tudo!!! eu estava sem fome e comi pouca coisa…ele pediu a sobremesa e comeu dois pedaços de pudim de leite, eu nem quis…bebemos umas duas cervejas, ele mais do que eu, paguei a conta e ele disse: “agora vou te mostrar meu cafôfo, moro aqui perto” e no caminho já fui colocando uma mão em cima do monte enorme e ele foi alisando minha coxa…
Chegamos numa casa bem mau cuidada, numa rua lateral, e entramos…coloquei minha bolsa em cima do sofá, ele logo me agarrou e me deu um beijo, levantou meu vestido e ficou alisando minha bundinha enquanto me beijava, enlacei seu pescoço com meus braços, sentia aquele monte enorme em cima de minha virilha e sua mão grande, forte e quente, na minha bundinha, estava uma delícia, e eu fiquei logo molhadinha…ele parou de me beijar, segurou meu vestido com as duas mãos e foi levantando pra tirar, levantei os braços e ele me deixou ali nua, só de sandálias…me virou e me encoxou esfregando aquele monte enorme na minha bundinha, foi alisando meus peitinhos com uma mão e com a outra foi direto pra minha xotinha ensopada, mau ele tocou eu comecei a gemer, ele meteu dois dedos e eu fui às nuvens, ele me comeu com os dedos de novo até eu ter um orgasmo…ele então me virou e foi abrindo o zíper da bermuda e botou pra fora algo monstruoso, o maior e mais grosso pau que já havia visto, segurei com as duas mãos e fiquei alisando, me abaixei e comecei a lamber aquilo tudo, era muito pau pra um homem só, lambi muito e lambi suas bolas enormes, então voltei pra cabeçona e fiquei lambendo, ele segurou meu cabelo e mandou: “chupa, chupa o pau do negão!” eu abri bem a boca pra tentar colocar pra dentro, ele forçou minha cabeça e aquele nervo gigante foi me invadindo a boca, nem cheguei a chupar direito, porque ele começou a meter o pauzão até minha garganta, até me sufocando de tão grosso, ele estava comendo minha boquinha, e dizendo: “chupa gostoso, putinha” “chupa sua puta” até que gemeu alto e metendo até minha garganta, começou a lançar uns 3 ou 4 jatos de muita porra, era muita porra, nunca um homem havia gozado tanto dentro de mim, ainda ficou um pouco na minha língua, e fui engolindo tudo…ele disse: “vc chupa muito bem, que boquinha gostosa!”
Segurou minha mão e me levantou, me pegou no colo e foi me levando pro quarto, parecia que eu era uma folha de papel, tal a facilidade que ele me levantou em seus braços fortes!!! ele me sentou na cama, e começou a tirar sua camisa e a bermuda com a cueca, eu aproveitei e tirei minhas sandálias…ele então foi me deitando pra trás na cama de casal, se ajoelhou na minha frente e eu fui encolhendo as pernas: ele disse: “agora quero sentir o seu gostinho, patroinha, quero me deliciar nessa bucetinha rosinha” e foi lambendo minha xaninha, uma língua grossa e áspera, mas deliciosa…ele lambeu um pouco e foi pro meu cuzinho, me lambeu o cuzinho e foi metendo a língua, eu gemia muito, ele então voltou a lamber a xotinha e foi enfiando um dedo no meu cuzinho e ficou fazendo entra e sai, ele me chupava e ia enfiando a língua toda na minha xota, tive uns 3 orgasmos seguidos com ele me chupando e no seu dedo no meu rabo…então ele parou, me pegou no colo de novo e me colocou deitada no travesseiro, foi subindo na cama na minha frente, eu encolhi bem as pernas, ele se ajeitou e foi se deitando em cima de mim, começou a pincelar aquela cabeçona na xaninha…eu estava pegando fogo de tesão, louca pra sentir ele dentro de mim, e falei: “me come” ele foi enfiando devagar, senti algo super grosso penetrando minha bucetinha, ele foi metendo e se deitou em cima de mim, começou a bombar e eu a gemer que nem um puta no cio, eu gemia alto e ele me comendo forte, senti suas bolas encostando em mim, não sei como ele meteu aquilo tudo dentro da minha xaninha delicadinha, parecia que ele estava me partindo ao meio, me dividindo em duas!!! tive uns 5 ou 6 orgasmos gemendo alto, até que ele gemeu que nem um urso e gozou muito lá no meu útero, parecia um copo de porra quentinha, ele parou e ficou ali, ofegante, e me beijou, nos beijamos muito, eu sentindo seu pauzão monstruoso pulsando dentro de mim e sua língua invadindo minha boca, estava completamente entregue, senti que eu agora era totalmente dele, ele era meu dono, meu macho, e podia fazer o que quisesse comigo!!!
Ele foi então saindo de dentro de mim e se deitou na cama do outro lado…ele alisava meus seios e minhas coxas, e eu segurava sua mão de leve…depois ele me disse que já tinha sido casado, mas que não deu certo e acabou…depois de algum tempo, me ajeitei e comecei a lamber e chupar aquele pauzão monstruoso que tinha me comido muito gostoso, estava a meia bomba, fiquei de 4 do seu lado e ele alisando minha bundinha, fiquei chupando e ele molhou um dedo e enfiou no meu cuzinho, estava uma delícia eu chupando aquela coisa enorme e super grossa, e levando uma dedada no cu num entra e sai gostoso…quando já estava durão de novo, ele mandou eu parar e ficar de 4 na cama, ele disse: “agora fica de 4 e empina essa bunda gostosa que eu vou meter meu cacetão, vou comer esse cuzinho da patroinha”…fiquei de 4 e disse que tinha KY na minha bolsa, ele disse que tinha também, ele disse: “gosto de comer um cuzinho de puta, sentir a putinha gemendo no meu cacetão!” ficou de pé do lado da cama e pegou o tubo, fiquei alisando seu picão duro enquanto ele enfiava dois dedos no meu rabinho pra espalhar o KY, depois pegou mais e passou mais KY no meu rabinho com os dois dedos…limpou os dedos no lençol da cama e foi ficando de joelhos atrás de mim, me segurou a cintura com uma mão e com a outra colocou aquela cabeçona na portinha, senti aquela coisa grossa e quente encostando no meu buraquinho, e ele foi metendo devagar, mesmo com KY senti uma dorzinha, ele foi metendo um pouco e segurou minha cinturinha com as duas mãos, e meteu tudo até as bolas de uma vez só, com força, dei um gritinho de dor, mas ele não quis nem saber, começou a me enrabar com força metendo tudo até o talo, eu fiquei gemendo muito e a dorzinha do início se tornou um enorme prazer, eu gemia muito e me sentia partida ao meio de novo, não sentia mais nada do meu corpo, só o meu cu sendo comido por aquela pica gigante!!! tive uns 3 orgasmos sem me tocar, só pela foda gostosa, e ele me chamando de puta, de vadia, piranha, e outras coisas, até que gemeu que nem um urso e gozou um copo de porra no fundo do meu rabo…ficou um tempo dentro de mim ofegante, e eu sentindo aquele músculo enorme dentro de mim pulsando e latejando…ele então foi tirando e se deitou na cama, eu caí de bruços toda molinha, sem nenhuma força nas pernas, eu parecia uma gelatina…
Ficamos assim deitados na cama por um longo tempo, ele alisando minha bundinha e eu sorrindo pra ele, estava satisfeita, feliz, realizada, me sentindo uma mulher muito bem comida!!! então pedi a ele pra ir no banheiro me limpar, ele disse que eu podia ir…me levantei juntando minhas poucas forças e fui me limpar, ele foi também e limpou seu cacetão com água e sabonete, fiquei feliz porque ele era higiênico, e prezo muito isso numa pessoa…já eram umas 6 e tanto da tarde, e pedi a ele pra me levar pra casa, porque não sabia sair dali, eu disse: “dorme lá em casa comigo, amanhã é sua folga” e ele concordou…nos vestimos e lá pelas 7 da noite voltamos…chegamos no meu apartamento e ele disse que estava com muita fome…liguei pra um restaurante próximo de casa e pedi churrasco pra 3 e uma Coca…estava bem servido, cheio de carne, eu estava sem fome e comi pouco de novo, e ele devorou o resto todo, não sobrou nada!!! não sei como ele comia tanto!!! ele ficou na sala vendo um jogo de futebol que ele queria ver, eu fui arrumar a cozinha e lavar o pouco de louça que havia sujado…umas dez da noite, estávamos na sala, eu só de calcinha e uma blusinha, ele me chamou, botou o pau pra fora e mandou eu chupar, dei uma mamada gostosa e ficou duro que nem pedra…ele me pegou no colo e me levou pro meu quarto, tirei a calcinha e a blusa e ele ficou pelado também, mandou eu me deitar na cama, e se ajoelhou na minha frente com aquela coisa durona, encolhi as perninhas e ele foi alisando minha xaninha que já estava molhadinha, foi se deitando e foi metendo até o fundo, de novo gemi muito e tive mais 5 ou 6 orgasmos naquele cacetão delicioso, até que ele gemeu alto e gozou muito dentro de mim…ficamos ali deitados com ele dentro de mim e me beijando, então ele se deitou na cama…ficamos assim descansando por um tempo, então ele disse que estava com sono, se deitou de lado no seu travesseiro e mandou eu me deitar de conchinha grudada nele, encostando a bundinha no seu pau, assim eu fiz, ele colocou um braço por baixo de mim e me apertou forte contra ele, ficou me alisando os seios e as coxas, virei meu rosto e ele levantou um pouco seu rosto e nos beijamos, ele ficou esfregando seu pauzão na minha bundinha e eu também fiquei esfregando minha bundinha naquela coisa enorme, e o bruto foi ficando duro de novo, ficou durão e eu disse: “ele está duro de novo” e ele disse: “com uma bundinha dessa esfregando nele qualquer pau fica duro” e eu disse: “então me come mais!” encolhi as pernas e ele foi colocando na minha xaninha e pincelava meu cuzinho, fez isso umas 3 ou 4 vezes, depois meteu o pau todo na xaninha cheia de porra, tirou e colocou na portinha do cuzinho e foi metendo, senti uma dorzinha mas um prazer enorme junto, ele me enrabou ali de conchinha, colocou dois dedos na xotinha e eu fui ao paraíso, seus dedos na xaninha e aquele pedaço gigante de carne no meu cu me fudendo gostoso!!! tive mais uns 4 ou 5 orgasmos de novo nos seus dedos e pelo rabinho, até que ele meteu fundo com força e urrando alto gozou muito dentro de mim…ficamos assim parados por um tempo, senti que ele estava muito quieto, olhei pra trás e ele estava dormindo com o pau dentro do meu rabo e me abraçando…pensei em sair, mas não quis me mexer pra não acordá-lo…esperei passar um tempo pra ele pegar bem no sono, e só então fui afastando a bundinha e tirando aquela tora do meu rabo…fui no banheiro me limpar e voltei pra cama, e peguei no sono também…
No dia seguinte ele acordou antes de mim, eu acordei uma 10 da manhã, e ele me trouxe uma bandeja com uma xícara de café, umas fatias de queijo e outras de bolo, e me disse: “bom dia princesa, vc merece o café na cama, nunca comi uma mulher tão gostosa e cheia de fogo, sua bunda é muito gostosa, e seu cuzinho é o mais gostoso que já comi” dei um sorriso e dei bom dia, e tomei meu café com um pedaço ou dois de queijo…estava descansada do dia anterior, mas me sentindo toda arrombada nos dois buracos…kkkkkkkk…ele estava nu e eu também, fui tomar um banho e ele foi junto comigo…coloquei a água morna como gosto e entrei, ele veio logo atrás de mim e foi logo me encoxando, virou meu rosto e me beijou, seu pauzão já estava durão de novo, ele do nada me imprensou contra a parede do box, arqueou as pernas e senti ele colocar sua jeba na portinha do cuzinho, não tive tempo de dizer que tinha que lubrificar, ele me agarrou com força e meteu tudo até as bolas, dei um grito de dor, doeu muito, mas ele nem quis saber, me enrabou que nem um tarado ali no box, eu estava sentindo muita dor no cu, nas minhas pregas, ele urrou alto e gozou muito dentro de mim, deu um tempo e foi tirando…eu fiquei ali meio que abalada com aquilo que tinha acontecido…coloquei uma mão pra trás e fui sentir o estrago no meu cu, entrou quase minha mão toda, estava doendo muito, e minha mão estava suja de sangue, mostrei pra ele e disse: “olha o que vc me fez!” ele disse: “desculpa, mas não resisti a essa bunda gostosa” eu disse, “minha bundinha é toda sua, pode comer quando quiser, mas por favor, passa KY antes de meter, está doendo muito, vc rasgou minhas pregas!” ele disse que tudo bem, que não iria fazer mais aquilo…ele tomou o banho se ensaboando o corpo todo, fiquei num canto do box esperando ele acabar, ele se limpou todo e pegou a toalha e saiu, só então tomei meu banho, mas quando fui passar sabonete no cuzinho, ardeu muito, parecia que estava queimando, empinei a bundinha e lavei logo com água pra diminuir a dor…acabei o banho e me enxuguei, ainda nua, peguei o KY no quarto e fui pra sala, ele já estava lá vestido, me ajoelhei no sofá e me apoiei no encosto, dei o tubo de KY pra ele e empinei a bunda, e pedi pra ele passar bastante no meu rabinho pra diminuir a dor, ele foi metendo dois dedos e espalhou bastante KY por 2 vezes seguidas, a dor aliviou muito, eu me levantei e ele me beijou e disse que ia embora pra descansar, que ali em casa comigo não iria conseguir descansar, demos uma risada e eu fui pegar uma grana na minha carteira, dei uma boa grana pra ele pegar um táxi e dizer que iria pagar o dobro da viagem, pro motorista aceitar…e assim ele pegou a grana e foi embora…só pedi a ele pra no shopping ser respeitoso comigo e se segurar, não dar bandeira…
Assim eu ganhei um novo machão, melhor que o anterior, bem melhor!!! kkkkkkk…certos dias ele dormia lá em casa ou me levava pra dormir na casa dele…estou pensando em comprar um carro usado mais novo pra ele, e dar uma geral na casa…algumas vezes que passo a noite com ele, o ajudo com alguma grana…afinal, ele agora é meu macho, o homem que me come gostoso!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *