Aventura com colega de trabalho

Caso real que aconteceu com a minha esposa Marcela. Ela estava muito brava comigo por ter descoberto que eu havia saído com uma colega de trabalho.
Certa noite, a Marcela estava no grupo de whatsapp dos amigos do trabalho e dentre esses amigos estava o Sérgio. Eles já haviam trabalhado juntos e ele era doido pra transar com ela.
Em dado momento, o Sérgio a chamou no particular e começaram a conversar apenas entre eles, deixando o grupo de lado.

Aumento Peniano


Depois de um tempo de conversa, o Sérgio a convidou para ir até a casa dele tomar um vinho e conversar pessoalmente.
Como a Marcela estava sozinha em casa e o Nato estava no futebol e iria demorar pra voltar, ela aceitou o convite.
Em alguns minutos, ela estava na casa dele. Chegou e foi recebida com um beijinho no rosto e uma taça de vinho.
Se sentaram e começaram a beber o vinho. Ao terminar a taça, a Marcela já mostrou porque tinha ido ao encontro dele: pediu que ele o beijasse.

O Sérgio não perdeu tempo. Começou a acariciar os cabelos e o rosto dela, enquanto as bocas se encontravam num delicioso beijo, onde as línguas se tocavam cheias de desejo. E foi um beijo demorado. As mãos da Marquinha estavam sobre o peito e o rosto dele.
Ela foi tomando a iniciativa e desceu a mão pelo corpo do Sérgio e pousou tranquilamente sobre a perna dele. E se beijavam e a boca dele ia até o ouvido e murmurava palavras eróticas, elogiando o beijo e a situação em que se encontravam e beijava o pescoço e voltava para a boca.

A Marcela subiu com a mão dela, até chegar no cacete do Sérgio. Ele já estava duro de tesão e com aquele suave toque, o pau dele endureceu mais ainda, se tornando maior. Ela percebeu e aproveitou e continuou a acariciar mais e mais.
O Sérgio então começou a acariciar os seios dela por cima da roupa e foi enfiando a mão pelo meio dos botões até chegar no sutiã. E acariciou gostoso. O clima era de puro desejo e sexo. Os dois estavam cada vez mais ofegantes com a situação. Ele abriu a blusa dela e se encantou com os peitinhos, protegidos por um sutiã preto, meio transparente e muito sexy. A Marcela tirou a blusa, deixando-o louco de tesão.
Então o Sérgio ficou em pé e a puxou para perto dele, dando um abraço bem

apertado pra sentir aquele corpo gostoso de encontro ao dele. O tesão estava cada vez maior. Ela pode sentir o cacete duro do Sérgio, doido pra entrar na bucetinha molhadinha dela.
A Marcela tirou a camisa do Sérgio e acariciou os mamilos dele, mordendo de leve, chupando. Ele não tinha ideia de como essa carícia é deliciosa e altamente erótica. Ele estava cada vez mais doido de tesão.

Ele tirou o sutiã dela e liberou aqueles peitinhos que estavam doidos pra serem chupados, engolidos, mordidos de leve. O Sérgio não perdeu tempo e caiu de boca. Engoliu todinho e chupou, mordiscou, deixando a Marcela com muito tesão.
Ele então desceu pela barriga dela, beijando e acariciando. Abriu o botão da calça jeans que ela usava e a tirou bem devagar, beijando cada parte da perna. A Marcela usava uma tanguinha preta bem pequena e extremamente sexy. Ele ficou mais doido ainda. E começou a brincar com a boca por cima da tanguinha. Passando a língua e a deixando bem molhada da boca dele.

A Marcela o levantou e disse que era a vez dela de brincar. Beijou a boca do Sérgio e desceu pelo corpo dele, sempre beijando também.
Acariciou o cacete dele por cima da calça o que o fez gemer de tesão. Ela tirou a calça dele, deixando-o só de cueca. O cacete estava muito duro e grande. A Marcela acariciou por cima e o libertou, caindo de boca e chupando a cabecinha daquela pica grande e dura. O Sérgio delirava de tesão e pedia pra ela engolir todinho. Ela obedeceu e chupou muito.

O Sérgio a levantou e a levou para o quarto. Eles se deitaram e ele, que já estava nu, se deitou em cima dela, beijando a boca enquanto a pica dele cutucava a bucetinha dela que ainda estava protegia pela tanguinha.
Ele então desceu, beijou os peitinhos da Marcela e percorreu o corpo até chegar na bucetinha. Ele colocou a tanguinha de lado e deixou aparecer uma xaninha com poucos pelos, bem aparadinhos, deliciosa. Ele caiu de boca, chupou, enfiando a língua e acariciando o clitóris com o dedo. A Marcela gemia de tesão. Pedindo mais e mais e ele obedecia.

O Sérgio a virou de costas pra ele, e começou a beijar a bundinha, passando a língua pelo cuzinho até chegar à bucetinha, ainda protegia pela tanguinha.
Ele tirou a tanguinha deixando a mostra um cuzinho delicioso, apertadinho. Não perdeu tempo e passou a língua novamente, aproveitando cada pedacinho.
O Sérgio se deitou sobre ela e foi beijando as costas da Marcela, até chegar ao pescoço. O cacete dele, que estava duro de tesão, encostou bem na entradinha do cuzinho dela, que deu um gemidinho de tesão. Então, ele começou a colocar a cabecinha bem devagar naquele cuzinho sedento de prazer. A Marcela deu mais uma gemidinha, num misto de tesão e dor.

Ele perguntou se podia continuar a meter gostoso no cuzinho dela, que concordou e pediu que ele enfiasse devagar. Ele obedeceu e foi enfiando aquele cacete duro e grande. A cabecinha entrou com muito tesão e o resto da pica do Sérgio entrou todinho no cuzinho da Marcela, que gemia gostoso. Depois de bombar um pouquinho, ele tirou a pica de dentro do cuzinho e a virou pra ele.
Eles começaram a se beijar e o Sérgio acariciava a bucetinha dela, que estava muito molhadinha. Então a Marcela pediu pra ele meter gostoso na buceta dela. Ela queria sentir toda aquela pica dentro dela.

O Sérgio obedeceu e se deitou em cima dela e foi metendo gostoso. Colocando a pica bem devagar. Entrando centímetro a centímetro. Ela delirava de tesão e pedia mais e mais. Queria sentir aquele cacete duro todinho dentro dela. E o Sérgio meteu fundo.
E eles gemiam de tesão. O Sérgio elogiava a bucetinha e ela gemia mais ainda. E ele bombou bastante. Depois de um tempinho os dois gozaram juntos. Ele inundou a buceta da Marcela de porra. Muita porra.

Depois daquela gozada gostosa, os dois ficaram deitados na cama, conversando e se elogiando mutuamente. A Marcela falou que fazia tempo que não transava tão gostoso, com muito tesão. E o Sérgio disse que nunca tinha comido uma bucetinha tão gostosa como a dela.
E, claro, combinaram de se encontrar novamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *