Chupando a amante da minha mãe

Meu nome é Jéssica e hoje sou casada! Como me descrever, rsss??? Sou mulata, 57kg, 1, 63m, bumbum grande, seios nem pequenos nem grandes, cabelo anelado, vaidosa, louca de pedra e viciada em sexo kkk!

Quando perdi minha virgindade eu acabei aceitando por dinheiro… Quem não ama dinheiro??? Aliás, paguei meu curso de letras fazendo programa.

Bem, voltando ao assunto… na época a gente morava na favela e meu pai trabalhava de porteiro à noite. Minha mãe nunca foi uma mulher de juízo e aproveitava pra sair escondida com as amigas para baladas. Um dia ela começou a chegar na garupa de uma moto, acompanhada de um homem estranho que deixava ela na porta de casa!

O amante da minha mãe se chamava Marcos e tinha uns 25 anos (detalhe: ele era 8 anos mais novo que ela!!!). Era um rapaz até bonito, alto, forte de cabeça raspada e pele escura. Mas soube que ele era ex-presidiário então eu morria de medo dele!

Gente, minha mãe era louca por esse homem e fazia qualquer coisa por ele!

Depois que meu pai descobriu a traição, minha mãe saiu de casa sem nenhum remorso e foi morar com o amante duas ruas abaixo, em um barracão simples.

Eu e minhas irmãs ficamos morando com meu pai. Tudo ia bem até eu crescer um pouco mais e entrar na fase de namoros. Comecei a ficar doida pra sair com as amigar pra festa, baile funk… Passei a ficar com alguns rapazes (só de beijos e amassos mesmo) e as brigas com meu pai se tornaram constantes!

Um dia briguei feio com ele… Sempre fui birrenta e manipuladora rss. Com muito ódio, peguei minhas coisas e fui para a casa da minha mãe! Porém chegando lá, minha mãe não quis aceitar eu morar com ela.

— Mãe, deixa por favooooor!!! — eu implorava chorando.
— Não Jéssica!!! — ela gritava — Não cabe você aqui, o barracão é pequeno!!!
— Mas eu durmo em qualquer canto, eu não ligo!
— Não, Jéssica!!! Você quer apanhar aqui na rua??? — respondeu minha mãe já perdendo a cabeça.

Mas pra minha surpresa o amante dela saiu na minha defesa e falou de um jeito autoritário:

— Deixa ela Suzana! Qual é o problema, caralho???? Ela fica e fim de papo!

Minha mãe ficou calada e obedeceu o amante dela, mas ficou com ódio mortal de mim!

Ela chegou a ficar sem conversar comigo enquanto Marcos tentava se aproximar de mim. Acabei ficando amiga dele.

Com ciúmes, minha mãe tentava me deixar sem ambiente! Ela ficava agarrando o amante dela na minha frente, beijando ele, essas coisas…

O amante dela só achava graça na confusão! Ele manipulava a gente e ficava me elogiando perto dela, só pra minha mãe morrer de ciúmes.

— Sua filha tá uma princesa, hein Suzana?

Então do nada ele começou a me chamar de princesa e minha mãe torcia o beiço de raiva. Ele também começou a deixar dinheiro escondido na minha bolsa todo Sábado, pra eu poder sair com minhas amigas no fim de semana.

Nossa, quando vi aquele dinheiro todo eu nem acreditei kkk. Eu que não era boba, lógico que eu pegava o dinheiro! Eu estava numa felicidade só! Comecei a comprar roupas pra mim, a sair com minhas amigas… Tudo ia bem, até que em uma belo sábado olhei na bolsa e não tinha dinheiro! Nossa, eu fiquei muito frustrada!

Sem vergonha na cara e já com uma certa liberdade, procurei o Marcos quando minha mãe saiu pra fazer umas compras.

— Marcos, tem dinheiro???

Marcos começou a rir e então me perguntou:

— Tu gosta de dinheiro né, princesa???

Nossa eu fiquei toda sem graça… Então Marcos falou:

— Tu quer dinheiro??? Mas agora tu tem que fazer umas paradas pra ganhar…
— O que???? — eu perguntei curiosa.
— Tu já chupou pica??? — ele perguntou sem rodeios.

Sem o que dizer eu comecei a rir. Sem acreditar no que eu ouvia, eu perguntei:

— Como assim???

De repente Marcos puxa o short e salta um pau meio duro enorme de dentro, que ficou balançando no ar. Nossa foi um choque, nunca tinha visto nada igual!

— Vai me dizer que tu nunca chupou os moleques da rua? — ele perguntou segurando o pau e olhando pra mim, rindo.

Nossa, eu fiquei sem palavras, acabei me virando de costas. Então ele tornou a perguntar:

— E aí nega, tu quer o dinheiro ou não?
— Querer eu quero, mas assim não… — eu respondi com medo.

Então Marcos guardou o pau e não falou mais nada. E eu passei o dia inteiro com aquela cena na cabeça! Já pensou se minha mãe descobrisse?

Mas passou umas semanas e comecei a sentir falta de dinheiro, mas eu não tinha coragem de fazer o que Marcos pedia. Até que um dia eu não aguentei mais! Aí fiquei pensando: era só chupar e pronto! Mas fiquei um tempinho ensaiando coragem…

Um dia minha mãe saiu de casa e eu cheguei no Marcos, que estava sentado vendo TV:

— Marcos, me empresta dinheiro???
— Depende, tu vai chupar meu pau ou não?

Eu fiquei em silêncio. Então peguei coragem e perguntei:

— É só fazer isso, né? Mais nada?
— Se tu chupar meu pau, tu ganha.
— E se minha mãe descobrir?
— Relaxa nega, tu acha que vou contar???

Fiquei meia pensativa, mas meu amor pelo dinheiro falava mais alto.

— Tá eu aceito…

Marcos desligou a TV na hora e se ajeitou no sofá bastante animado.

— Então vem cá, nega! Ajoelha aqui nas minhas pernas.

Tentando resistir eu fui até ele e ajoelhei devagar no colo dele e já percebi o pau dele enorme pulsando no short.

Então marcos fez um rabo de cavalo nos meus cabelos e segurou firme. Com a outra mão puxou o pau dele pra fora. Nossa, era um pau feio, enorme, grosso, cheio de veias e ainda tinha um cheiro forte de xixi.

Fiz cara de nojinho, confesso kkk.

Ele colocou minha mão no pau dele e eu senti como aquilo era duro! Como eu estava meia lenta, ele perdeu a cabeça:

— Vai logo, nega!

Eu abri a boca e fui, mas recuei umas 3 vezes. Na quarta eu peguei coragem e fui com tudo. O pau dele tocou meus lábios. Aí Marcos me empurrou contra o pau dele e a cabeçona entrou, enchendo minha boca.

— Ah caralho, puta que pariu! — ele exclamou.

Então ele começou a fazer movimentos com a minha cabeça, enquanto eu tentava assimilar tudo aquilo. Marcos tirava o pau da minha boca, se masturbava e batia o pau no meu rosto, enquanto me olhava em silêncio.

Com uma mão segurando meu cabelo ele tornava a enfiar o pau na minha boca, daí a pouco tirava de novo e esfregava meu rosto no saco dele! Eu quase perdia o ar!

Fiquei nessa situação uns 10 minutos, até que ele segurou minha cabeça com as duas mãos e empurrou o pau dele com força na minha boca, enquanto ele urrava. Eu sentia espirrar um líquido quente no céu da minha boca! Confusa tentei sair então o pau dele escapou da minha boca e começou a jorrar porra no meu rosto todo fiquei toda melecada…

Depois que ele me soltou eu fui para o banheiro. Eu olhei pro espelho e estava acabada… Lavei a boca mas o gosto salobro do esperma não saía de jeito nenhum. Então lavei meu rosto e voltei para a sala pra pegar meu dinheiro.

Cobrei o dinheiro mas o Marcos riu e não respondia nada! Ele ficou um tempão me enrolando fazendo gracinha, me deixando com raiva, até que ele pegou o dinheiro na carteira e me deu.

Minha mãe chegou depois mas não desconfiou de nada, ufa! Se eu gostei? Ah, a primeira vez me achei uma coisa muito louca… Só fui gostar depois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *