Moleques foderam minha namorada

Oi, hoje vim relatar uma fantasia minha. Meu nome é Caio sou branco e tenho 18 anos e 1,85 de altura, sou muito safado, vamos começar com o conto.

Como eu disse, meu nome é Caio, eu nunca fui o tipo de garoto que ficava com muitas meninas, apenas babando por elas e me matando na punheta dentro do quarto, no decorrer da minha vida fiquei apenas com poucas garotas, mas nenhuma reclamava dos meus beijos, porém eu nunca fiz sexo com alguma delas, eu acredito que 13 cm de piroca não vá saciar ninguém.

Com o decorrer da vida e tempo passando, eu arranjei uma namorada, o nome dela era Nathalia, ela era linda demais, tinha 1,62 de altura, peitos grandes, era branca como a neve, bunda enorme, cabelo preto e seu sorriso era encantador, ela causava inveja em todos que a olhavam, as mulheres ficavam impressionadas de como ela era linda, e os homens babavam por ela aonde quer que ela fosse, Nathalia sempre foi fiel a mim, nunca me desapontava ou pensava em me trair, ela dizia que eu era carinhoso.

Com o tempo passando nós fomos nos conhecendo melhor e tudo mais, já haviam passado 3 meses de namoro, no dia do nosso aniversário de namoro eu decidi convida-la para minha casa uma casa simples mas bem limpa e organizada, ela veio pela rua mas meu vizinho ficou cantando ela, ele devia ter uns 13 anos, ele era negro e tinha 1,35 de altura, garoto pequeno e chato pra caralho, ele sempre cantava todas as garotas que passam pela rua, ele nem ia pra escola.

Quando a Nathalia chegou ele ficou cantando ela e ela não falava nada pra ele, até que finalmente ela chegou em casa e ele ficou olhando pro rabo dela e me chamando de corno até nós entrarmos. Depois de a gente entrar ela disse:

-Mas que moleque chato ein, credo…

eu completei:

-Com certeza, ele canta várias meninas aqui do bairro faz 3 anos.

Após nossa conversa nós ficamos nos beijando por um bom tempo, até que decidimos ir para o quarto onde tentamos fazer sexo.

Ela tirou a calcinha e minha nossa que boceta linda, rosinha e fechada, eu rapidamente tirei a cueca com meus 13 cm duro, e ela começou a massagear meu pau começou um boquete e eu quase gozei, foi quando nós alteramos e eu enfiei meu pau na boceta dela, eu metia e ela não falava nada, muito menos gemia 2 minutos depois eu gozei fora, eu fique em duvida se tinha ido bem então eu decidi perguntar, ela havia dito que eu fui bem. Logo depois perguntei o por quê ela não gemeu enquanto eu metia, ela não respondeu e foi me dar outro boquete…

Após tudo isso, ela foi embora e nós nos demos um último beijo antes dela sair, por sorte aquele moleque chato não estava.

Depois de um tempo eu chamei ela de novo para minha casa, e ela veio com uma saia curta preta e sapatos pretos e grandes, a polpa da bunda ficava amostra, ela tocou a campainha e dessa vez do outro lado da rua estavam 3 moleques, aquele pequeno e 2 amigos dele da idade e altura dele, eles ficaram chamando ela de gostosa e puta, assoviando, quando cheguei no portão ela deixou cair algo da bolsa dela e se agachou pra pegar, mostrando toda sua boceta pra eles,os garotos falaram bem na hora:

-Olha que puta sua namorada, safada gostosa !

Eu respondi:

– Sua mãe!

Eles logo rebateram:

– Nós já fodemos a nossa mãe, e daqui a pouco vai ser sua namorada, corno!

Eu fiquei em choque, e fiz com que Nathalia entrasse em casa, ela entrou e já falou:

-Vamos transar AGORA !

Eu nem discuti já tirei a rola pra fora, e ela na hora falou:

-Hoje você não vai usar essa rola ai não, hoje é dia de chupar xota!

Eu concordei e comecei a chupar, ela gemia e tremia de tesão, ela tava MUITO molhada.Quando derre pente ela gozou na minha cara e falou:

-Agora você vai lamber minha axila seu corno!

Eu fiquei um pouco irritado pelo corno, por conta daqueles moleques, mas se minha namorada mandou eu vou fazer, comecei a lamber as axilas dela, totalmente depilada e branca, que delicia aquilo cara, parecia com a xota, lisinha. Depois de uns 10 minutos lambendo ela, eu gozei e ela ficou brava comigo. Ela chegou e disse:

-É por isso que você vai ser corno, você gozou com axilas, imagina se eu de desse uma sentada nessa sua rolinha, não duraria nada.-Ela ficou rindo de mim.

Eu fiquei triste na hora,mas deixei de lado depois de uns minutos, quando reparei que era quase meia noite, nós decidimos sair, quando eu fui levar ela no ponto de ônibus os 3 garotos me cercaram ali numa parte deserta, eu fiquei com medo, eles me bateram com um pedaço de madeira na cabeça, eu cai e fiquei desacordado por uns 5 minutos.

Não conseguia levantar do chão, quando olhei para minha namorada e aquele garoto negro, ele sacou sua rola pra fora na sua cara e era ENORME, era uns 25 cm de piroka, minha namorada Nathalia ficou mais vermelha de tesão com aquela rola negra monstruosa na sua frente, ele pediu para ela chupar e ela começou sem nem resistir. Eu vi minha namorada chupando a rola dele com tanto gosto que ela babava e rosnava de tesão, la conseguia engolir aquele caralho sem nem esforço, na hora o moleque negro disse;

-Tá vendo corno, eu falei que ia foder sua namorada!- Os seus amigos riram de mim.

Logo em seguida ela falou:

-Meu namorado é corno de rola pequena, ele nunca ia conseguir me satisfazer, principalmente com esse meu rabo enorme.- Ela disse isso e voltou a mamar o negão.

Logo depois eles pararam de foder, e ela veio em minha direção, tirou a saia e começou a mijar em cima de mim com um sorriso no rosto e em seguida disse:

-Bebe todo esse mijo ai seu lixo, o negão aqui vai mostrar como foder sua namorada rabuda seu corno!-Ela falou isso e cuspiu em mim.

Em seguida ela deitou na rua e fez a posição de frango assado, abrindo toda a boceta para o negão meter sem dó, ele cuspiu em sua boceta e meteu de uma vez seu caralho enorme, ela gozou na hora, o jato veio parar em cima de mim. Ele metia tão forte que dava pra sentir no chão, ele gemia e chorava de tesão, ela estava amando tudo aquilo. Quando os outros 2 moleques foram meter no seu cu e sua boca, as suas rolas eram bem grandes, mas não igual a do negão.

Todos eles metendo nela e ela amando aquele sexo selvagem sem dó, o negão que comia ela na xota gozou e dava pra ver transbordando toda sua porra, ela amou aquilo, após 3 horas de sexo na rua, eles foram embora e ela me forçou a comer toda a porra dele, nessa hora ela disse:

-Tá gostando corno? Aquele negão vai me foder muito mais tá? Amanhã venho aqui de novo.

Ela veio, e ela tinha uma cópia da minha chave de casa, atrás dela tinha aquele moleque desgraçado. Ele jogou ela no sofá e começou a foder ela, ficaram fodendo por 5 horas, tudo isso gozando dentro para eu chupar…

Todos eles fizeram isso durante 2 meses sem parar, minha namorada ficou arrombada por moleques perto de casa, com o tempo eu acostumei e comecei a bater punheta enquanto ele fodia ela.

1 Reply to “Moleques foderam minha namorada”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *