O primeiro anal de verdade da minha mãe

Estamos meios parados, devido a nossa mudança para a Luisiana, como eu fui transferido para a 10° frota de escolta e defesa, arrumamos as malas, embalamos tudo, vendi meu carro como eu iria trocar, juntei tudo e viemos pra Nova orleans, aqui é bem quente, úmido, o ar é salgado, ainda não tive oportunidade de conhecer bem a cidade, é um típica cidade do meio oeste, fomos arrumar a casa, alguns vizinhos veio dar as boas vindas, recebi um convite pra uma pescaria de truta nos pântanos, depois de todos ter ido embora….
Eu escuto: – Amor, vem aqui na mamãe
– Oi mãe
– vamos estrear nossa casa nova, da nossa forma, vem comer sua vacona gorda, a sua safada
Sua vanagunda gorda, eu vou comer sua buceta e seu rabo gordo
Peguei a minha mãe pelos cabelos, fiz ela chupar meu pau, bati em seu rosto, apertei seus seios
Vou comer sua buceta molhada, do jeito que você gosta, sua cadeia
Comi ali no chão da cozinha, nem tirei a calcinha e fomos pro nosso quarto, ela deitou na cama
-Amor, come meu cuzinho pra valer, me deixa assada
Cuspi e lambi seu cuzinho
– Segura sua vaca gorda seu cu agora me pertence
Comecei a enfiar com vontade, seu cuzinho parecia um rio de porra, comi mais um pouco sua buceta
A vadia fode tanto que me deixou de pau duro e sentindo dores no meu membro depois de encher aquela enorme bunda com porra
Amor, comi sua buceta mais um pouco e gozei de novo em sua buceta
Ela gemeu muito
– Amor, me fode assim, me deixa cheia de porra, tá cada vez melhor
Depois fiquei olhando ela pelada e suja de porra, ela virou
– Amor, meu cu tá doendo, ajuda aqui a mamãe e enfia o plug anal na minha bunda
Enfiei a vadia amou e aquela vaca gorda, tá fodendo muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *