Perdendo a virgindade do cuzinho

Sou a Débora morena 1,71, 63kg, bumbum grande, cintura fina considero meu corpo perfeito pois adoro academia, cabelos pretos compridos.

Nesse conto eu tinha meus 16 anos e estava namorando o André meu primeiro namoro sério em casa André tinha 25 anos era branco fortao tinha 1,80 de altura e muito bonito. Começamos a namorar, mas meu pai só deixavamos a gente namorar em casa, quando saíamos tinhamos ele tinha que me trazer em casa cedo e era um custo pra meu pai deixar eu era virgem ainda. Já tinha ficado com vários caras, mas

sempre batia uma punheta pra eles, deixava eles chuparem meus seios, fazia um boquetinho bem gostoso, mas na hora do vamo ver mesmo eu saia fora, mas adorava deixar eles loucos de tesão por mim, mas de tanto meus pais falarem eu queria casar virgem, já tinha 4 meses que eu estava namorando o André ele ia lá pra casa, nas quartas, sexta e sábado, ficávamos na sala ou então na varanda, nisso por volta de umas 22:00 meus pais iam deitar e deixava a gente ficar na sala, e era aí q o clima esquentava, os beijos ficavam, mais quentes, eu marcava o pescoço dele todo de

chupão deixava chupar meus seios, batia punheta pra ele ele tinha uma rola grossa e grande, uns 20cm com um pouco de pele sobrando e uma cabecinha rocinha, então punhetava ela bastante minha mão não fechava direito, chupava ele passava a mão na minha buceta, mas quando passava o dedo no meu cuzinho eu ficava doidinha e ele percebia pois ficava ensopada e soltava uns gemidos baixinhos, mas não dava pra ele de jeito nenhum, sempre via q ele ficava meio frustado, mas eu não queria perder a virgindade sem casar, eu amava ele e tbm não queria perde lo ele já tinha tido

outras namoradas e com certeza transavam, nas sempre fazia ele gozar na minha mão ou na minha boca, ele tinha uma porra grossa, parecia uma cola uma delícia, então numa sexta feira ele tínhamos combinado de ir lanchar fora, na volta poucos metros de chegar em casa começamos a namorar no carro nesse dia ele conseguiu me deixar só de calcinha quase dei pra ele, mas parei vesti a roupa ele ficou bravo e me deixou em casa nem quis entrar foi embora, por msg disse que já não estava aguentando mais, aí no sábado quando ele veio meus pais foram dormir e ficamos na

sala se pegando ele começou a me dar uns pega mais forte e puxar meu cabelo chupei o pau dele bem gostoso ele começou a passar o dedo no meu cu e me dar tapa na bunda não sei o que aconteceu, mas quando vi estava só de calcinha, ele me colocou de quatro e colocou minha calcinha de lado e começou a passar a língua na minha buceta e no meu cuzinho fiquei louquinha de tesão, então ele começou a passar o pau na minha buceta, mas eu disse não que não queria perder a virgindade assim, e sentei no sofá mas ele continuou me beijando e me colocou de ladinho no sofá e começou a passar o dedo novamente no meu cuzinho e enfiar batendo na minha bunda me chamando de gostosa e falou:
Um ensaio da camgirl Aurora

Deixa eu comer seu cuzinho amor então?

Eu já práticamente entrega na respondi nada e aquilo foi um sim pra ele e ele começou a enfiar, sentia meu cuzinho abrindo todo a rola dele como estava bastante lubrificada devido a libido foi só rasgando minhas pregas senti uma dor imensa, mas ele parava , deixava eu acostumar e continuava de novo a enfiar a rola dele era muito grossa né grande se fosse de outros caras que tinha ficado seria mais fácil pois era bem menores detergente senti os testículos dele encostando na minha buceta ele tinha uma bolsa escrotal bem grande também um sacão danado parecia até rendido

de cachumba, parou um pouco falou umas besteiras no meu ouvido e começou um vai e vem bem devagar levei a mão na minha buceta e comecei uma siririca bem gostosa com aquela tora dentro do meu cu, quando vi ele já tava metendo mais forte, e batendo na minha bunda o que era dor tinha se transformado num tesão muito gostoso e eu comecei a falar vai mete amor come sua namorada vai e gozei passei a mão na minha buceta pegando meu gozo e passei na boca dele e comecei a

rebolar nem tava lembrando dos meus pais ele gozou e encheu meu cuzinho de porra fui no banheiro limpei e tava muito dolorido e ele tinha acabado de tirar meu cabacinho do cu e eu tava mais apaixonada por ele ainda e ele super feliz depois disso como eu não queria perder a virgindade da buceta ele sempre comia meu cuzinho no sofá da minha casa em pé na varanda no carro dele quarta, sexta e sábado, foi aí que viciei em dar o cu.

Depois conto como perdi a virgindade da minha bucetinha rsrs beijos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.