Professora, Casada e muito Sedutora

Não foi um conto de fadas como poderia dizer… Sou diretora de um colégio de infratores na periferia do Rio de Janeiro, em Niterói, eu já escrevi outras putarias no site… Meu nome é Luisa e tenho 36 anos, loira com 1,73 m e 58 kg pois malho muito e confesso ficar excitada com os olhares dos alunos… A maioria maior de idade e com suas contravenções tendo que estudar e o esporte também é muito estimulado geralmente as tardes quando não deixo de passar geralmente com minhas saias curtas por trás da quadra e todos param, pego meu carro e vou para casa… Meu marido não estava bem comigo claro… Mas eu mal imaginava onde estaria uma semana depois…

Sexo Telefone

O time de futebol faria a final em uma cidade a seis horas dali e partimos em um ônibus eu e sete jogadores… Dois de 18 anos e o restante indo até o Junior o mais velho de 23 anos… Eu estava puta pois a treinadora colocou um atestado médico para não ir e tinha um show para ir com uma amiga a noite de sábado… Aconteceu uma confusão nos quartos e eram dois quartos para sete pessoas… O hotel tinha uma varanda espaçosa onde pegamos e eu fiquei em um quarto com o Artur e o Paulo, os de dezoito anos e irmãos e o Guto esse de dezenove anos branco diferente dos dois que são negros… Esses pegaram uma cama e o Guto ficou em um colchão no chão de forma que de madrugada comecei a ter idéias sobre como me olhavam… Eu acabei pedindo um balde de cerveja com gelo na portaria e me tranquei varanda a fora bebendo e fumando um enorme apagando na hora em que o Artur apareceu… Dividiu uma cerveja comigo e perguntou onde estava o baseado… Disse que seria um segredo nosso mas ele jogaria no dia seguinte… Fui dormir tesuda e sentindo que passara dos limites… E no dia seguinte o jogo foi ótimo conosco vencendo de goleada… Eu sou bióloga e sempre pensei na quantidade de testosterona que o esporte solta… Comemoramos em uma choperia próxima e fomos os quatro para o quarto do hotel… Eles foram tomar um banho e depois eu, e foi quando voltei que fiquei estarrecida pois os três viam uma cena pornô na tela com uma atriz loira colhendo esporradas em uma taça e depois bebendo… O Artur e o Paulo fumavam baseados e eu tentei ficar puta com eles mas… Peguei o telefone… Meu marido ouviu tudo e piorando disse estar tesudo… Eu desliguei e eles me olhavam pasmos… Eu sentia meu corpo queimar… Calma pedi duas garrafas de vinho quente e forte na recepção… Passei no cartão do meu marido e essa era a senha para ele saber que eu já tinha começado… Apareceu no celular e eu desliguei quando ele tentou falar comigo… Abri o vinho e coloquei nas taças todos sentados à mesa e reclamei dos baseados… Logo nós quatro estávamos chapados e eu ri falando não sei o motivo:
– Eu sou casada isso é uma sacanagem!!!
Eles de cueca e camisas me viram passar para o quarto… Tirando a calcinha… Eu peguei dados e eles apareceram tesudos na porta… Jogamos os dados cada um uma vez e começamos a tirar a roupa… Eu logo estava nua e mãos e línguas passavam pelo meu corpo… O Guto foi o primeiro a ficar com o pinto de fora me surpreendendo com 20 grossos cm… Eu comecei a mamar imediatamente e logo os dados foram colocados de lado e o Artur e o Paulo me estarreciam com picas pouco maiores que a do Guto e me deixando mole falando que eram virgens… Eu organizei a coisa pegando vinho e pedindo que fossem calmos comigo… O Guto tomou um viagra, o Artur e o Paulo riram e eu dei vinho aos três mandando ficarem de pé ao lado da cama… Ajoelhei viciada no meu baseado e comecei a mamar os três… O Guto já estava muito duro e esporrou na minha boca colocando uma camisinha… Eu arranquei e berrei com ele:
– Essa porra é para corno…
Com os dois irmãos na minha boca na cama fiquei de quatro e o Guto colocou… E foi passando… Os dois gozaram na minha boca e eu fiquei gemendo mamando os dois crescendo até sentir o Guto muito inchado…
– Gozo dentro Luisa???
– Goza… Bem dentro… Eu estou com febre Guto…
Ele inchou e gritou acho que me engravidando…
– Eu não acredito… Tem que ser muito corno…
Eu gozei pois ele tinha sacado que eu sentia tesão nisso… O Artur e o Paulo já estavam duros… E eram virgens… Eu ri na indecisão do que fazer… Decidi que o Artur seria o primeiro… Abri-me de frente e encaixei seu pinto em mim… Como era de se esperar ele gozou em cinco minutos… E depois o Paulo me comeu gozando rápido também… Eles pareciam tímidos enquanto o Guto me dava uma surra de pica… Eu mandei eles tomarem viagra e o Guto me castigou meia hora tirando e gozando exausto na minha barriga… Ele caiu adormecendo e eu tomei um banho… Limpei-me e depois passei pelo quarto e sala com eles deitados… Eu abri uma cerveja e tomei puxando um baseado… O Artur e o Paulo apareceram com cara de pedintes duros como pedra…
– Ensina mais a gente Luisa…
– Então bebam a cerveja comigo meninos…
Eu esfregava minha xoxota e me abri na cadeira da varanda chamando o Paulo… Ele conseguiu me comer dez minutos… Depois o Artur… E parei dando meus seios aos dois… Senti meu leite sair… Que mamada gostosa… Fiquei de quatro… Um metia e eu mamava o outro… Dessa vez senti porra na boca… Eu bebi aquilo… E tremia de tesão… Os dois foram aprendendo até que, colocando uma camisinha em cada um pedi na minha bunda… Meu marido adoraria saber daquilo… E o Guto apareceu… Um comia e eu mamava outros dois… Minha mão esfregava minha xoxota e eu gemia rebolando como uma puta… Eles tiraram as camisinhas e esporraram na entrada da minha xoxota… Fui dormir assim suja… Meu marido me fez gozar me lambendo muito enquanto escrevo… Logo eu conto como ele passou a assistir, afinal o resto do time descobriu… Beijos tesudos da Luisa!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *