Sendo corno na praia

Tenho 38 anos, e o que vcs precisam saber a meu respeito que sou corno manso, assumido e feliz, sou casado a 10 com uma mulher brava, morena alta, magra, corpo atlético, bunda linda grande, seios médios bicudos lindos, cabelos negros longos que vão até no meios das costas e muito, muito safada.
Ela gosta muito de se exibir, gosta de deixar os homens doidos com seu corpo, quando vamos à praia ela sempre usa o menor biquine fio dental que ela tem e fica horas e horas deitada de bunda pra cima tomando banho de sol.


Comigo ela é muito brava, me xinga o tempo todo e me bate se ela acha que fiz algo de errado, faço tudo que ela quer como bom corninho submisso, não sei me impor ou muito menos brigar por ciumes.
Há 6 meses atrás fomos a uma praia do nordeste em Porto Seguro BA, ficamos em um hotel e iamos todos os dias na praia em frente, ela sempre se exibindo com seu biquine minusculo e os homens até babando passando e olhando, ela não me deixa sentar perto dela, sempre fico uns metros de distancia sentado ou passeando pela praia ou buscando algo que ela queira, e teve um momento no terceiro dia que estavamos lá que quando eu estava voltando de um passeio sozinho pela praia tinha um homem sentado na frente dela conversando com ela, era um moreno quase

negro, forte, musculoso, bonito e o fdp tava de sunga branca ainda por cima, “pq fazer isso?”, eles já tem o pau grande e ainda precisam humilhar desse jeito, e pra piorar o meu pau é pequeno, ridiculo, mas vamos lá. O cara tava sentado na frente dela ele cruzou as pernas e pra ela poder falar com ele ela teve que levantar o corpo e se apoiar nos cotovelos pq ela tava de costas tomando banho de sol e nessa posição que ela ficou ela ficava com o rosto bem na direção do pau dele e ele tinha visão privilegiada dos peitos dela, cheguei e vi essa cena. Cheguei perto deles e ela me apresentou dizendo que era eu, eu entendi que ela ja tinha falado de mim pra ele, eu estendi a mão pra ele mas ele me deixou no vacuo, ele só me olhou com olhar de desprezo e disse e ai, eu falei, tudo bem, ai nisso minha esposa ja me disse que eu

podia sentar onde eu tava que ela tava conversando com o cara e queria privacidade e riram, eu sem saber o que fazer e ja fiquei intimidado pelo porte do cara sai e sentei a uns 5 metros de distancia deles. Eles riam muito e ele chegava devagar mais perto dela ao ponto que ela teve que apoiar os cotovelos nas pernas dele, quando fizeram isso, só me deram uma olhada e eu fiquei parado sem reação, viram que eu não reagi então continuaram a conversar, ele começou a alisar os cabelos dela e percebi que ele ficou de pau duro pelo volume imenso na sunga e pela posição dela ela tava com uma visão privilegiada tb e ela olhava sem pudor, eu não conseguia ouvir eles mas percebia tudo que tava acontecendo, do jeito que ela apoiou nas pernas dele ela teve que encostar o rosto na coxa dele para descansar os cotovelos e ficou a 5 cm da rola dele, eu via os olhos dela vidrados no pau dele e ele alisando os

cabelos dela e olhando pros peitos, tava uma cena de namorados perfeito, acho que foi paixão a primeira vista, eu me senti humilhado mas estranhamente excitado com aquilo. Depois de um tempo vi que ele passou a mão nos seios dela por baixo assim tentando disfarçar pra ninguem ver, mas eu vi a mão dele alisando por baixo e apertando os peitos dela, nisso ela deitada na coxa dele perto da rola ela jogou os cabelos grandes dela em volta do rosto tampando quase toda a região da rola dele e percebi um movimento de vai e vem devagar da cabeça dela e ja sabia que ela tava mamando a rola dele, aí nessa hora eu gelei e percebi que tinha perdido ela pra ele.

Depois de uns 30 minutos assim ela parou e arrumou o cabelo deitou de novo no colo dele e me chamou pra perto deles, fui lá gelado de medo, ela disse que ia pro quarto do hotel com ele, que não era pra eu ir atras e que depois mais tarde iria conversar comigo, o cara virou pra mim e disse que iria cuidar bem dela que eu não precisava me preocupar, levantaram e foram abraçados como um casal, ele com a mão na bunda dela ainda por cima, fiquei na praia sentado esperando por eles.
Esse conto continua…

1 Reply to “Sendo corno na praia”

  1. Tenho uma puta particular a professora Rosane Segalla Soares. É magrinha, branquela, alta e de cabelo castanho. É casada mas pertence a mim faço o que quero com ela, mas o que a Rosane Segalla, mais gosta é beber minha pôrra e mijo. Além de ser arrombada no cu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *