O primeiro orgasmo a gente nunca esquece

O que vou narrar aconteceu a menos de um mês atrás, uma experiência maravilhosa

Aumento Peniano

algo inesquecível. Viviam e eu sempre fomos grandes amigos, temos muito carinho um pelo outro, eu pensava que a conhecia bem, mas estava enganado. Fui um dia em sua casa e a encontrei chorando, perguntei o que havia acontecido, mas ela não quis dizer. Alguns dia depois, mais calma, veio me falar o motivo de suas lágrimas.

Fiquei chateado com o que ouvi. Vi me contou que tinha terminado seu namoro de dois anos. Só então compreendi sua tristeza, mas não era só. Em todo esse tempo ela nunca atingira um orgasmo, e esse foi o motivo maior que a fez terminar,ela disse que já estava cansada de ser usada, e que também tinha direito a ter prazer. Nesse mesmo dia vi me chamou para ver uns vídeos em sua casa,sempre que seus pais viajam nos fazemos isso. Normalmente tem bastante gente, só que nesse dia não apareceu ninguém, ficamos só nos dois. Ela estava linda, com seus cabelos longos e um vestido de alcinha curto de tecido leve e fino com um belo decote que deixava

Disk Sexo

seus seios deliciosamente evidentes, além da sandália de dedos que deixava seus delicados pezinhos a mostra. Pude ver que só estava de calcinha e que seus seios estavam livres. Todos os contornos podiam ser vistos por baixo do pano, os mamilos e o biquinho que se destacavam, calcinha marcava o vestido e dava pra notar que era bem pequena e estava enfiada em seu rabinho. Fiquei excitado com aquela visão e não fiz a menor questão de esconder isso. Colocamos algumas almofadas no chão da sala e fomos ver o filme. Notei que sua saia subia deixando a mostra sua calcinha. Meu pênis já estava latejando dentro da calça, então não resisti e comecei a provocar

esperando uma reação favorável. Comecei a brincar, abraçar, como quem não quer nada. Sua reação foi boa, então não tive duvidas. Comecei a falar em seu ouvido, depois fui beijando sua orelha, lambiscando seu pescoço, enquanto minhas mãos percorriam seu corpo. Começamos a nos beijar de forma alucinada, o tesão já estava enorme, ficamos nos amassando e beijando gostoso por muito tempo. Agora não dava mais para parar, peguei ela de jeito, sentindo o volume de seus seios em meu peito e em minhas mãos, comprimia meu pau sobre sua

xaninha, procurando encaixar os dois por cima do pano, ela em resposta esfregava ela

em mim. Deitei a no chão, seu vestidinho já estava na cintura, ela abriu as pernas

e me enlaçou, me fissionando contra seu corpo, eu fazia movimentos sobre ela que a deixavam enlouquecida, arranhando minhas costas. Então fiquei de joelhos em sua frente, tirei minha camiseta, pedi para se aproximar de mim e lentamente fui retirando seu vestido.Tive então a visão completa de seu lindo corpo, quando vi seus peitinhos não resisti, fui logo lambendo, mordiscando, sugando um de cada vez, uma hora com força, outra hora de vagar, isso a deixou louca. Tirei minha calça. Pedi para ela deitar e fui lambendo todo seu corpo, indo do umbigo até seus seios, onde fiquei sugando, mordiscando e lambendo por um longo tempo. Depois fui descendo até chegar em seus pezinhos, onde lambi e beijei cada dedinho lentamente, fui

então subindo por suas coxas, lambendo dentro delas, cada vez mais perto de sua xoxotinha. Quando ela já não suportava mais olhei para seu rosto que demonstrava um grande fazer. Então comecei a beijar e lamber por cima da calcinha, que pus para o lado para a lambiscar seu clitóris, fui lambendo cada parte de sua xoxota, grandes lábios, pequenos lábios, clitóris até estar totalmente envolvida por minha boca, enquanto minha língua penetrava fundo em seu sexo, levantei suas pernas e comecei a penetrar minha língua toda dentro dela. Ela esperneava e se contorcia de uma forma maravilhosa, agarrando e puxando minha cabeça de encontro a sua xana, segurando tão forte que pensei que ia ficar sem cabelos. Depois de quase meia hora ela começou a dar uns espasmos, gemendo baixinho e depois dando gritinhos que foram aumentando gradativamente até explodir num último grito, dando uma ultima puxada em minha cabeça, me sufocando entre suas pernas. Logo depois disso

me largou e caiu mole, quase desmaiada, com uma carinha de boba, escondendo o rosto falando que estava com vergonha. Então cheguei perto e dei um longo beijo em sua boca perguntei o que tinha acontecido, como se eu não soubesse. Abrindo um sorriso enorme me falou que tinha tido um orgasmo e que tinha sido maravilhoso. Ficamos, nessa noite, abraçados juntos curtindo o momento, depois mais tarde ela me retribuiu com uma maravilhosa chupada, uma das melhores que já me fizeram. Depois desse dia muita coisa vem acontecendo, mas essas são outras histórias.

Oi, pode me chamar de Web, adoro mulheres, gosto de sentir seu orgasmo. Fico louco quando vejo uma mulher gozando, sinto prazer em dar prazer, claro que eu gosto que me retribuam a altura. Se você é mulher e gostou do meu relato escreva, eu gostaria muito de te conhecer, pode ser só para uma amizade, um papo gostoso, trocar experiências e quem sabe até alguma coisa mais.

2 Replies to “O primeiro orgasmo a gente nunca esquece”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *