Meu namorado e seu amigo me comeram gostoso

Meu nome é Ana Carolina mais podem me chamar de Carol tenho 30 anos e moro em Salvador, sou morena, com longos cabelos castanhos, olhos cor de mel, malho desde meus 17 anos e posso me considerar gostosa, gosto de chamar a atenção onde passo e sou bastante aberta e safada no assunto sexo e adoro relacionamentos abertos . Namorei um cara chamado Marcos um longo tempo, ele era um puta gostoso, nos conhecemos na academia, nós éramos um casal bastante safado não só

entre quatro paredes como em qualquer lugar, Marcos adorava me comer em lugares proibidos e eu claro que dava pra ele com prazer. Adorávamos festinhas particulares onde ninguém era de ninguém, ele amava me ver foder com algum amigo dele e eu claro que retribuía deixando ele comer outra, e muitas vezes participava da festinha, fazíamos muitas loucuras juntos e era isso que eu amava nele, ele confiava em mim e eu nele a ponto de ser um casal aberto a tudo.

Um dia fomos convidados pra uma festa na casa de um dos melhores amigos dele que estava voltando de uma longa viagem, fomos informados que a festa seria temática e aconteceria em um clube de swing, ficamos a excitados com a proposta da festa , Marcos ficou mais do que eu pois depois de um longo tempo ao telefone com seu amigo que descobri que se chamava Paulo me falou que eu teria uma surpresa lá e que eu adoraria tudo nela, eu ri dele e fui me arrumar, quando cheguei no quarto, ele já tinha separado minha roupa que continha apenas um espartilho preto uma calcinha fio dental vermelha e meias 7/8 preta, sapatos altos e sobretudo, achei uma delicia poder usar aquelas peças em mim pois sabia que Marcos tinha um lado fetichista e eu também, me arrumei e desci para encontrá-lo, ele estava vestido lindamente, ele quando me viu sorriu safado, me agarrou e beijou descaradamente, deu um tapa em minha bunda , me puxou para fora de casa e fomos pra festa em seu carro. Quando chegamos ao local já tinha gente chegando, vi muita gente bonita e arrumada da mesma forma que a gente tenho certeza que foi exigência de Paulo, passamos pelos seguranças e entramos no local, achei o local magnífico pois nunca fui em clube de swing, nossas festas sempre eram em nossa casa ou na dos nossos amigos.

A musica que tocava era sensual e Marcos me conduzia pelo local segurando minha cintura, falamos com alguns amigos pelo caminho e fomos em busca do dono da festa Paulo, fomos até um canto onde tinha uns sofás de veludo e encontramos ele, parei na hora quando olhei pro homem a nossa frente, pois ele era gostoso pra caralho, ele sorriu safado ao me ver, cumprimentou Marcos e veio falar comigo, ele me secava descaradamente e eu adorava, embalamos uma conversa animada, bebemos um pouco e conheci um pouco sobre ele, a festa já estava rolando e muita gente já tinha ido pros quartos e muita gente transava ali mesmo no salão, no meio da conversa Marcos revelou a surpresa, ele disse que Paulo queria me comer , olhei confusa aí não é surpresa, mas ele disse que também participaria, ahhhh eu seria fodida por dois caras ao mesmo tempo era tudo que eu mais queria e ainda não tinha feito.
Paulo já impaciente puxou meu braço me virando pra ele e me beijou forte, Marcos enquanto isso beijava meu pescoço e mordia levemente me excitando, fui puxada por Marcos que me virou pra ele e me beijou, enquanto isso Paulo tirava meu sobretudo me deixando somente com as roupas, paramos de nos beijar e Paulo nos olhava, Marcos se levantou e me puxou, fiquei em pé e fui conduzida por aqueles dois homens gostosos para um quarto grande.
Marcos que estava atrás fechou a porta e Paulo me chamou até ele que estava sentado na cama fui como uma cadelinha bem adestrada parei em sua frente e ele me olhava desejoso, começou a acariciar minha cintura por cima do espartilho, procurou o laço do mesmo começando a desamarrar quando terminou acariciou meus seios beliscando meus mamilos com força e precisão no final fazendo minha boceta escorrer de tesão, sem eu perceber Marcos já estava atrás de mim roçando sua ereção na minha bunda me excitando mais ainda, enquanto seu amigo lambia meus seios ele ia descendo beijos em minha coluna até chegar a minha calcinha que ele rasgou com violência do meu corpo, fazendo isso levou a mão a minha frente e acariciou e minha boceta espalhando minha excitação, Paulo deixou meus seios para tirar sua roupa, enquanto isso Marcos continuava seu trabalho em mim, quando Paulo voltou, foi a vez dele tirar as suas enquanto isso Paulo me agarrava com força roçando seu pau em mim, Marcos terminou de tirar a roupa e sentou na cama acariciando seu pau ele olhava eu e seu amigo nos agarrando, Paulo parou de me beijar e me sentou na cama assim Marcos não perdeu tempo e agarrou meu pescoço lambendo ele todo e acariciando meu seio direito, Paulo se sentou também do meu lado e agarrou meu outro seio e começou a chupá-lo com calma, eu estava pegando fogo por dentro com o que aqueles dois homens estavam fazendo comigo.
Marcos desceu os beijos para meu seio e começou a lambe-los também e suas mãos desceram para minha boceta e ele enfiou dois de seus dedos me fodendo com eles, eu aproveitei e comecei a masturbar meus dois homens, eu estava louca para chupá-los e sentir suas poderosas ereções em minha boca, quando Paulo parou de de chupar meu seio para gemer um pouco aproveitei para empurrá-lo na cama, Marcos entendeu o que eu faria e parou um pouco, fui engatinhando até Paulo e agarrei seu pau e comecei a chupá-lo gostoso, Marcos sem perder tempo veio por trás e meteu em mim gemi com o pau do amigo dele na boca, meu namorado me comia, e eu chupava seu amigo que gemia feito louco com isso ele agarrou meus longos cabelos e começou a forçar seu pau em minha boca fodendo ela todinha, Marcos agarrou minha cintura com força e começou a meter sem piedade em minha boceta, eu já sentia o orgasmo perto mais não queria gozar naquele momento, meus homens também estavam perto do clímax, mas era muito cedo pra isso ainda.
Marcos parou de meter e seu amigo também, assim Paulo me puxou pra cima dele, aproveitou para esfregar seu pau na entrada da minha boceta e foi enfiando devagar só para me torturar, quando terminou de enfiar esperou meu namorado que com seu pau ainda melado pelo meu tesão começou a meter no meu rabo, gemi com força pois parecia que estava sendo rasgada não que eu nunca tivesse feito sexo anal mas eu estava sendo preenchida por dois paus e isso era diferente, senti dor e prazer nesse momento, então eles começaram a se movimentar em sincronia me fodendo como uma cadelinha que eu era, nós três gemíamos alucinados, Marcos se inclinou em cima de e mordeu o lóbulo da minha orelha e Paulo desceu uma de suas mão que me sustentava em cima dele e esfregou meu clitóris, um arrepio prazeroso desceu pela minha espinha e senti o gozo na porta eu queria estender mais um pouquinho nossa brincadeira mais era tudo tão gostoso e o prazer era duplicado que eu não consegui me conter e gozei como nunca havia gozado meu corpo tremia de tesão e minha cabeça rodava um pouco, meus homens continuaram a me comer freneticamente e Paulo logo gozou na minha boceta urrando um pouco, logo em seguida Marcos gozou no meu rabo, mordendo o meu ombro com tesão, eu continuava excitada com tudo aquilo, sentia minha boceta ainda piscar de leve de prazer eu queria mais daquilo, mas teria que esperar pois meu namorado caiu deitado na cama depois do gozo me levando junto com ele, ficamos nós três só respirando e olhando pro teto do quarto ganhando fôlego pro segundo round do nosso ménage a trois…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *