No Puteiro com meu marido e acabei gostando

Bom, vou pular toda parte burocrática dos contos pois todos sabem que são nomes trocados e blá blá blá. Apenas direi que me chamo Rafaela e meu marido Denis. Somos um casal jovem e atraente.
O caso ocorreu em 2013 quando eu e Denis voltávamos de uma festa de aniversário tarde da noite. No caminho de casa já deserto pela noite passamos em frente a uma boate masculina (zona no popular) e brincando preguntei se ele já tinha frequentado. Ele sincero até demais disse que sim e bastante e a meu pedido descreveu algumas de suas aventuras enquanto não chegávamos em casa.
Bom, achei interessante talvez até demais pois se tratava de uma parte do meu marido que eu não imaginava. Não que eu não gostasse e não que eu o achasse santo mas não imaginava e fiquei pensando como seria este ambiente. Fato é que Denis percebeu este meu interesse no assunto.
Sempre que rolava algum assunto sobre sexo ele falava sobre suas noitadas pra me provocar e eu gostava mesmo tentando não demonstrar. Sei la isso mexia comigo. Ele sempre dizia que um dia pararia o carro ali em frente e entraria la comigo. Falava em tom de brincadeira e eu apenas desconversava.
Ficávamos apenas conversando sobre isso até um dia, nas férias uma amiga minha veio pra cá pra passar a semana. Detalhe que eles nunca combinaram e quando eu disse que ela vinha ele ficou bravo mas aceitou e disse que eu iria ficar devendo. Ok ela veio e passou a semana aqui. Como nada de importante acontece nessa parte irei pular o ocorrido.
Enfim, depois que ela foi embora eu o agradeci pela compreensão mas ele disse que ia cobrar. Não levei a sério e, nesta noite saímos pra dar uma volta quando ele me surpreende parando em frente a tal zona que comentei no começo do conto. Fiquei surpresa perguntando por que tinha parado ali. Denis disse que eu devia a ele e que nós iríamos entrar ali até por que ele percebeu minha curiosidade sobre a casa e queria me mostrar. Mesmo espantada com isso já que não esperava pensei: foda-se hoje eu conheço este lugar e entramos.
Era um meio de semana, não lembro exatamente o dia mas tinha poucas pessoas. Não vou descrever o ambiente pois acho que muitos sabem como é e só digo que era tipo uma baladinha bem luxuosa até com algumas garot…stripers bem bonitas. Vamos dizer stripers pra ficar mais bonito né rsrs.
Ele conversou no barzinho e sentamos em uma mesinha de canto mais reservada. Pegamos umas bebidas e ele disse que falou no bar para nenhuma garota chegar na gente pra irmos conversando e observando. Papo vai papo vêm e a conversa começa esquentar e eu já meio alcoolizada…ai que ele se retira dizendo que ia fazer algo. Então Denis se levantou, foi em direção de uma bela loira bem gostosa, conversou com ela e voltou. Perguntei o que era e ele disse que tinha pago um strip. Surpresa e até mesmo enciumada perguntei como assim o que ele estava pensando em me levar la e pagar um strip pra ele. Foi ai que ele disse: quem disse que é pra mim? Levantou-se e foi no balcão do barzinho.
Nesse momento as luzes (não todas) se apagam e o som aumenta. A Loira que vou chamar apenas de Kel (não me perguntem o por que de Kel) chega no palco. Detalhe que o palco com o Pole Dance era ale perto da nossa mesa. Primeira música ela apenas dançou no palco bem sensual nunca imaginava como era e alguns homens (tinha poucas pessoas, acho que umas 6 apenas) assistiam o show. Acho que por ser meio de semana e não ser assim tão tarde tinha pouca gente. Mas foi na segunda música que as coisas mudaram. Ela saiu do palco e começou a dançar em minha mesa e eu nervosa e não sabia o que fazer. Por sorte, a mesa era de cato e os demais não estavam vendo pelo menos não muito bem e estavam com outras garotas também mas mesmo assim eu estava sem ação. Ai lembrei-me daquele ditado: ta no inferno abraça o capeta rsrs tomei um gole do dirnk e entrei no clima mesmo meio que sem graça mas tentei agir um pouco mais. Nunca pensei que iria admirar uma bela bunda na minha cara pelo menos não uma de mulher. Também nunca pensei que teria uma loira dançando pra mim com os seios na minha cara. Eu já estava gostando quando a música acabou e ela se retirou. Apenas me deu um selinho dizendo que era o aquecimento e saiu.
Meu marido voltou e eu já o xinguei dizendo que ele era louco que devia me avisar e tal. Ele apenas riu dizendo que viu minha expressão e que eu tinha gostado. Não queria confessar isso a ele mas admiti: foi muito bom mas mesmo assim ele deveria ter avisado. Dai outra surpresa: Denis disse que então eu ficaria brava de novo já que tinha outra coisa por vir. Pensei que ia ter outro strip-tease ,mas ele levantou, segurou minha mão e levantamos e fomos para um quarto. Fiquei apenas calada e la começamos a nos beijar e climas esquentando, nós já tirando a roupa e Kel chega no quarto. Denis me disse que essa era a outra surpresa. Depois de beber, da dança e já estarmos ali semi nus já não me importava pelo contrário estava louca para experimentar novas sensações e Denis deixou eu e Kel a sós e sentou na poltrona para assistir.
Começamos a nos beijar, ela chupou meus seios e me deitou na cama. Foi beijando meu pescoço, meus seios novamente, barriga e chegou na minha buceta. Outra coisa que eu nunca imaginei e se soubesse como era bom teria experimentado antes. Depois nos deitamos e eu por cima dela a beijava e que beijo gostoso e Denis só assistia. Ai foi minha vez de chupa-la. Foi estranho no começo mas eu até gostei passar a linguinha nela e ouvi-la gemer. Nisso Denis chegou e, enquanto eu a chupava, ele colocou seu pau na boca dela. Eu ia chupando vendo ela chupar meu marido e não resisti e subi para mamar junto com ela.
Estava muito bom e foi ai que Denis deitou e ela sentou pro cima dele e começou a cavalgar. Fiquei com a sensação de que Denis já a conhecia. Talvez em suas aventuras passadas na casa ou sei la mas não me importei com isso. Enquanto ela cavalgava, fiquei de frente pra ela a beijando com minha boceta na cara do meu marido que me chupava. Depois ele comeu ela de quatro e eu o abracei por trás olhando meu marido metendo nela, vendo aquela bela bunda e o beijava. Depois foi a vez dela assistir (já estava na hora né) e Denis me foder. Me comeu de quatro enquanto ela assistiu com uma cara de safada se tocando. Denis então gozou mas não em mim e nos seios dela e pediu pra mim chupar os seios dela o que fiz com muito prazer. Só posso dizer que foi uma noite MA-RA-VI-LHO-AS.
Saímos pagamos a conta e fomos embora satisfeitos.
Hoje repetimos a dose mas nunca mais voltamos a casa. Ligamos e pedimos uma garota e está muito bom assim. Nunca imaginei que algo assim aconteceria. Não me refiro a entrar em uma zona e sim transar com meu marido e outra garota. Só sei que é muito bom e pretendemos ir fazendo isso cada vez mais pois a cada vez vai ficando melhor.
Bom este é meu primeiro conto e espero que tenham compreendido bem e tenham gostado. Espero não ter sido muito direta e conseguido expressar bem o ocorrido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *