Arregacei o cu da dona do Sex Shop

Vendo aquele rabo todo a minha disposição e nem entendendo como eu ainda estava com minha piroca dura como uma pedra, fiquei louco para pular para a segunda fase!
A Lígia olhou pra mim e falou para arregaçar o cu dela do mesmo jeito que fiz com a buceta mas ir devagar. Eu não tinha toda essa experiência, mas não queria decepcionar.
Ela me deu o gel anestésico sete sensações e mandou lambuzar bem minha pica e o cu dela. Fiz com carinho. Passei na minha pica e logo senti algo diferente nela. Parecia que que estava anestesiado. Passei na portinha do cu dela e depois enfiei o dedo devagar, deixando bem melado lá dentro. Aquele cu certamente sabia bem o que era ter uma rola dentro, mas não creio que da grossura da minha.

Sexo Telefone

Depois de lambuzar tudo como a Ligia pediu, pincelei minha rola naquela entradinha, posicionei e comecei a empurrar bem devagar. Ela balançava a bunda para encaixar melhor e achar a melhor posição até que senti que podia empurrar. E ela ajudava com muita experiência. Até que a Ligia mandou forçar.
Empurrei e derrepente venci o anelzinho. Ela deu um grito alto e ao mesmo tempo senti a cabeça passando. Eu nunca tinha vencido um anelzinho com tanto prazer. Ela mandou eu parar e ficar um tempo sem me mexer. Era uma gemedeira só.

Depois de uns minutos, veio a ordem para avançar mais um pouco. Avancei devagar. Empurrei devagar e sem parar. A Ligia gemia de dor e mandou eu continuar. Quando ela falou: Me arrebenta!
Eu não aguentei de tesão e soquei. Entendi que ela queria sentir dor ou nem estava mais sentindo tanta dor. Aquele creme com certeza tinha algum anestésico. A cabeça do meu pau não doia mais e ele estava cada vez mais duro. Comecei o vai e vem devagar e fui aumentando a velocidade e a força. A Ligia gritava de tesão e falava que eu só podia parar depois de arrebentar o cu dela.

Assim fiz! Soquei para arrebentar. E mais uma vez ela pegou um brinquedo. Desta vez um penis de borracha, grosso e parecido com o meu pau. Enquanto eu continuava arregaçando aquele cu, ela enfiou o pinto de borracha na buceta fazendo uma dp com duas rolas grossas. Eu nunca tinha fodido uma mulher daquele jeito e estava adorando. Então veio a ordem para gozar e encher o cu dela de leite!
Assim que meus jatos explodiram dentro daquele cu já alargado pela minha piroca, ela tambem gozou como uma cadela no cio. Quando tirei meu pau do cu dela, tomei um susto com o estrago que tinha feito. Tanto o cu dela quanto a buceta estavam deformados e muito abertos, cheios de porra e deu para ver até um fio de sangue escorrendo.

Tentei me desculpar mas não deu tempo. Ela me bejou agradecendo e falando que estava muito bom. Por mais incrivel que fosse meu pau ainda estava bem duro. Mas muito vermelho e até esfolado. Ela riu e falou: Boa aquela pomada não é ?
Ai entendi que era algo pra deixar a pica muito dura e também entendi que a segunda pomanda era um anestésico.
Quando ela falou que a segunda era um anestésico, me olhou bem e falou: Descansa um pouco por que daqui a pouco vou passar no teu fiofó!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *