Esposa safada no camarote da balada

Ola amigo, ja publiquei alguns textos a respeito a Aline, minha esposa q sempre imaginei ver com outros homens mas nunca tive coragem. então continuo me deliciando com cada olhar, dança ou roçada que vejo. Mesmo sem intenção. Depois de dois finais de semana seguidos que saímos pra dançar, me viciei nisso.

Ver minha esposa dançando bem coladinha com outros homens.

Lembrei de um bar que tinha proximo do meu trabalho que tocava forró todas as sextas. E como haviam muitos prédios em construção por lá os bares eram muito frequentados pelo pessoal que trabalhavam nas obras.

Desta vez ao se arrumar percebi que tinha comprado uma roupa nova, era uma mini saia vermelha bem justa e curta, com uma blusinha branca decotada.

Chegamos no forró, ela simplesmente parou o lugar, todos olharam pra ela, uma loira alta, com pernões de dar inveja de shortinho com a calcinha marcando e salto alto.

Fiz questão de não sentar muito próximo dela, pra os caras não acharem que ela é comprometida… minha ideia era exibi-la mesmo… sempre tive uma condição financeira muito boa, e dei a ela as coisas mais caras, jóias, perfumes… e ver ela toda elegante num bar de forró cheio de peões foi uma delicia.

Não demorou muito para o primeiro homem chegar e a convidar pra dançar.

Toda a pista parou para ve-la rebolando, inclusive os camarotes. Até que percebi que havia um homem de óculos escuro já de certa idade que não parava de olhar pra ela.

Foquei curioso no inicio mas depois até esqueci.

A Aline já estava sentada descansando de tando dançar, e já bem alegre, afinal já era a quarta caipirinha que tomava.

Chegou então o garçom ao lado do ouvido dela e disse algo. Ela apenas sorriu.

Quando ele saiu perguntei o que era e ela respondeu:

– Um cara que era um dos donos da construtora estava no Camarote e estava me convidando pra subir mas claro que recusei claro…

Fiquei excitadíssimo com o convite, e resolvi estimular ela. Eu disse, vai lá amor, só pra conhecer e tomar bebida de graça, não tem nenhum problema, eu fico aqui…

Ela deu risada e perguntou sério mesmo, beber de graça até que é bom né? kkk

Rimos juntos

Enquanto bebia olhei pra cara dela e ela olhou pro camarote avaliando a situação.. e eu torcendo pra ela ir… disse; vai lá amor, depois vc volta e conta como foi… qq coisa me mande mensagem

Ela então para meu prazer levantou e disse que iria até lá…

Logo me posicionei pra ficar observando, minha esposa subindo as escadas do camarote indo ao encontro do magnata no camarote. Ela então chegou lã e ele a abraçou bem apertado, perguntou o nome dela ao pé do ouvido provavelmente e ja foi exibi-la apresentando para os amigos q estavam la.

Ver outro homem exibir sua mulher era uma experiência inédita. E do lugar q eu estava, na parte de baixo da pista, dava pra observar o mini vestidinho dela que sempre subia até a poupa da bunda mostrando parte da calcinha branca, e ela delicadamente baixava com a mão.

Até que ela começou a dançar lá.. e ele espertamente se sentou no sofá do camarote, enquanto olhava minha esposa dançando.

Numa hora ele levantou e foi oferece-la uma bebida, chegou nela por trás e deu uma leve encochada, ela nem notou, nós que somos homens conhecemos a malandragem kkk

Ele então permaneceu ali, encostado nela, com a mão na cintura. Ele então suavemente colocou o dedão na parte de cima da sainha dela e baixou uma parte na lateral, fazendo aparecer a alça da calcinha.

Nessa hora ele deu uma ajeitada na rola e começou a dançar abraçando ela por trás… eu achei que ela ia se livrar dele mas ela deu uma leve empinada no bumbum que quase gozei só de assistir.

Ao final da musica ele abraçou ela de frente e deu um abraço bem apertado, e levantou ela, quando fez isso a sainha veio na metade da bunda… os amigos dele no camarote aplaudiram e ela se esforçando pra baixar com as mãos e rindo bastante…

Ele baixou ela e resolveu fazer de novo.. desta vez, abraçou ela pegando mais nas coxas e a ergueu novamente, vi aquele bundao da Aline so de calcinha asadelta sendo mostrado pra todos os amigos dele.. uma cena inesquecivel.

Ela então se despediu dele e desceu a meu encontro.. estava excitadíssimo, nao aguentei nem chegar em casa… paramos o carro em uma rua escura e mandamos ver ali mesmo…

Foi mais uma noite deliciosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *