Esposa evangélica me traiu

Sou gustavo casado há 15 anos com lourdes (fictício)uma mulher deliciosa de 1.57 alt , bunda grande desde que casamos ela frequenta uma igreja adventista perto de casa.
Temos dois filhos e ela é muito ativa na igreja, mas desde que nos casamos eu revelei a ela o meu desejo de ve la metendo com outro homem, coisa que ela sempre rejeitou, não queria nem saber dos meus desejos até porque era totalmente contra os seus princípios.

Eu ja tinha perdido as esperanças de ver ela sendo fodida em outra rola.
Mas há cada periodo de tempo a igreja remaneja seus pastores e veio para sua igreja um pastor jivem casado com uns 1.80 alt e parecia um atleta.
Esse pastor logo que chegou começou a visitar todos os membros da igreja , que por sinal é bem pequena , poucos membros e na sua maioria é de mulheres.
Percebi que minha esposa apesar de não demonstrar euforia, sempre comentava desse pastor (Eduardo) fictício e sempre que podia nos visitava.

Como moro numa cidade muito pewuena no interior de sp e é cercada de rios e lagoas, sempre que posso vou pescar.
Semana passada não foi diferente, fui pescar com um amigo, mas logo que chegamos ao rio , meu amigo recebeu um telefonema de sua esposa dizendo que voltasse pois seu filho estava passando mal e ela esta no hospital com ele, conclusão: voltamos sem pescar.
Quando cheguei próximo de minha casa vi que na esquina estava estacionado o carro do pastor, mas ali não morava nenhum membro da igreja, ai meu sinal de alerta disparou.

Cheguei em casa sem fazer barulho e sabia que meus filhos estavam na escola nesse horário, abri o portão e fui para os fundos de casa pois a porta da sala estava fechada as chaves mas a porta da cozinha não fechavamos pois a fechadura estava com defeito.
Entrei em silencio e ouvi uns gemidos vindos do meu quarto, a porta estava entreaberta e pude ver minha mulher de quatro na cama sendo fodida pelo pastor, ele socava com muita força, parecia que nunca tinha comido uma buceta , percebi quando ele segurou firme e parou, calculei que haviam gozado.

Naquele momento meus sentimentos se misturavam, raiva, ódio, tesão ,minha evangélica esposa que sempre recusou todas as minha intenções de ve la com outro, estava empalada numa rola.
Pensei no meu tesao e deixei ver ate onde ia. Quando ele tirou a rola de dentro de sua buceta eu me assustei, o pastor tinha uma rola enorme muito grande e grossa , calculei uns 25 cm ou mais, ela se aconchegou nele e começou a chupar o pau dele, que ficou duro na hora, ai ele disse vou comer seu cuzinho que eu adoro.

Caralho, será? Ela já tinha dado o cu pra ele? Ela nunca deu o cu pra mim e olha que meu pau era menos da metade do dele, ele aponrou no Buraquinho dela segurou pelas ancas e foi empurrando, foi entrando e eu vendo minha esposa mordendo o travesseiro, até que entrou tudo só ficou o saco de fora , começou a bombar devagar foi aumentando e não demorou muito ele estava socando com muita força, ela falava pra ele , come meu cú meu pastor come pq esse meu marido não come, até que ele deu uma estocada muito forte que ela gritou e virou pra ele foi quando ela me viu na porta do quarto com o pau na mão, fiz de silencio pra ela e sai de fininho, fui para um quarto ao lado do meu e só ouvindo seus gemidos ainda por uns 20 minutos.

O pastor ainda chegou a gozar na sua boca , coisa que ela sempre teve nojo. Quando terminaram foram tomar banho juntos e ela deixou a porta do banheiro aberta, ouvi mais gemidos fortes dela, terminaram se vestiram e ele se foi, e no quarto ao lado sem saber o que fazer, como agir quando ela entrou no quarto chorando e me pedindo perdão, que foi grande a tentação, que me amava, eu disse que calasse a boca e apenas me falasse a verdade. Eu queria saber há quanto tempo ela transava com ele e se ela já tinha dado pra mais alguém.

Ela me disse que com o pastor era a quinta vez , que a primeira foi na igreja e as outras quatro em casa e que ja tinha dado pra mais três caras, fiquei sem palavras pois a mulher que eu achava ser pura e honesta era uma puta.
Ela me disse vc sempre quis isso no que eu retruquei : sim sempre quis mas que eu soubesse e participasse não contava com traição. Ela passou a tarde e a noite toda chorando e me pedindo perdão, ao amanhecer eu disse eu te perdôo, más!!! Tudo que vc fizer eu quero saber e se eu achar que devo ai eu participo tbm, não me oponho a que vc transe com outro mas quero saber de tudo, tudo entendeu?. Ela sorriu me beijou e disse que sim.

Já tem umas duas semanas isso e ela já me trouxe a buceta e o cuzinho cheio de porra pra mim, e até o cu dela eu tô comendo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.