Meu primeiro orgasmo

Quando comecei a sentir algo mais do que formiguinhas entre as minhas pernas, comecei a queres mais do que as punhetas que fazia aos meus namoradinhos, e como os homens já me olhavam com olhos de desejo devido ao meu belo corpo e não linda, mas bonita, senti-me atraída por um homem mais velho e casado, lutei contra isso com todas as minhas forças, mas não o conseguia tirara da minha cabeça, nem da sensação de o ter na minha cama, pior ainda é que ele trabalhava na fazenda do nosso senhorio e meu pai era o maioral, então tinha que o ver todos os

LibidGel

dias, ele era forte, bronzeado do sol, comecei a reparar que quando ele não via ninguém por perto, puxava muito a calça para cima e ficava com o volume do pénis e testículos bem visível, tentava disfarçar, mas sei que ele me via olhar, aquele homem estava-me a por louca, soube que ele ia amarrar a vinha para o outro lado da fazenda e fui á procura de umas calças brancas, que já não as usava a algum tempo, vesti-as mas apertadas não passavam as minhas nádegas, tirei as cuecas e pronto, acertaram como uma luva, mais ainda fiquei contente quando no espelho vi como o papo da minha xota ficava bem saliente, dei um jeito nele e a raxa ficou linda bem ao meio,

Aumento Peniano

peguei no jarro do vinho e com essa desculpa, fui até ele, que quando me avistou, fez o tal gesto de puxar as calças, descarada e desesperada por ele, desabotoei a blusa e como já estava sem sutiã amarre as pontas mesmo debaixo das mamas fiquei com a barriga nua, ele estava sem camisa, lindo com cabelos do peito até às calças, ele começou logo, com “linda” blá-blá, dei uma volta a mostrar o meu rabo, ele segurou-me logo e apertou-me conta si, senti o calor da barriga dele nas minhas costas, ia-me derretendo, me babando entre as pernas, ele beijou meu pescoço, apertou minhas mamas suavemente, virou-me e encostou seus lábios aos meus,

chupou neles com tamanha força que quase os engolia, forçou a língua na minha boca, tudo isto muito estranho para mim, mas quando senti a língua dele na minha boca, chupei nela, ele procurou a minha e chupou nela, depois foi beijando e lambendo até aos bicos das minha mamas, que loucura, parecia um sonho, mas era verdade, quando ele puxou as minhas calças para baixo e se joelhou na minha frente, senti o ar quente da respiração dele no meu papo, ele disse , que cheirinho bom, depois senti algo na minha vagina, era a língua dele a lamber toda a minha

rachinha de baixo a cima, depois lambei muito no lugar onde eu gostava de me masturbar, eu disse, ai, ai, ai, então vi logo que os orgasmos que eu sentia não eram nada comparado, foi o meu primeiro grande orgasmo, ele segurou-me até eu também sem forças nas perna me joelhar na frente dele, ele beijou-me muito e levantou-se, tentou tirar o pénis, mas ele esta muito teso para sair, despertou o cinto as calças baixaram e o seu lindo pénis balançou logo para cima, eu peguei logo nele, nunca tinha visto um á luz do dia, enchia a minha mão toda e ainda sobrava,

ele puxou a minha mão para trás contra os testículos e logo apareceu uma linda bola cor de rosa, fiquei a olhar a ver como foi que aquele capacete apareceu do nada, ele disse, dá um beijinho, aproximei a boca e notei um cheiro maravilhoso, diferente de tudo o cheiro que já sentira, beijei aquela coisa, que pele fina, ele disse, abre a boca, eu abri e ele empurrou para dentro, entrou até eu sentir vomito, depois comecei a controlar com as minhas mãos, de repente senti algo quente e cremoso na minha

boca, e até espirrei aquilo pelo nariz, pensei será que é o leite dele, era mesmo, ele disse, ai desculpa, mas foi tão bom que nem dei que me ia vir, se não gostares cospe para fora, mas eu gostei, era algo diferente, não sabia dizer, mas gostei e depois lambi o que me saiu pelo canto da boca, vi admirada o pénis dele se encolher até ficar pendurado, ele puxou as calças e puxei as minha, abotoei a blusa e sai dali, meio envergonhada mas ao mesmo tempo muito feliz, repetimos varias vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *