Depiladora Muito Safada

Olá. Tenho 19 anos, sou morena, noiva, e segundo o que dizem, muito gostosa. Tenho uma tara secreta: _chupar xoxota! _

Tudo começou quando comecei a trabalhar como depiladora num salão perto de casa. Até então nunca tinha sentido tesão por mulher, mas aquele festival de bocetas na minha frente começou a me deixar maluca.

Cada vez que eu fazia uma depilação intima (virilha e cuzinho) minha xoxota ficava inchada e meu grelo parecia que ia explodir…. Às vezes, logo após, eu tinha que ir correndo para tocar uma siririca no banheiro. Até que um dia realizei minha fantasia e não parei mais.

Entrou para a depilação uma morena muito bonita e já foi dizendo que queria raspar todos os pelinhos, que se sentia tesuda peladinha e que era uma pena que o namorado dela estava viajando, porque ela tinha acordado com uma vontade enorme de dar…. Eu gelei e sorri.

Ela já foi chegando e escancarou um bucetão lindo na minha frente, com grandes lábios salientes e um grelo grande e pontudo que deixaram minha xoxota ensopada na hora. E que perfume gostoso!!! Tive que me segurar para não cair de boca naquela hora.

Comecei o meu trabalho pela lateral da virilha e quando dei o primeiro puxão na cera quente, a cadelinha deu um gemido gostoso e abafado. Continuei no outro lado, dessa vez mais pertinho daquela buceta tesuda e ela deu um novo gemido.

Toquei como sem querer naquele grelão e vi ele praticamente dobrar de tamanho. Pedi desculpas e ela disse que ela que tinha que se desculpar, afinal a xoxota dela era muito sensível. Eu sorri e pedi para ela ficar de quatro que eu ia depilar seu cuzinho.

Ela descaradamente virou de quatro e arregaçou as nádegas com as mãos me mostrando um botãozinho lindo e perfumado. Coloquei a cera e aquele cuzinho começou a piscar na minha frente. Puxei a cera e dei um tapinha para acalmar a dor, então a gostosa não aguentou e pediu:

– _Para de me torturar, sei que também tá com tesão! Chupa meu cuzinho, vai gostosa… Chupa… _

Não resisti e cai de boca naquele rabinho. Primeiro lambi em volta do anelzinho, cheirei aquela rosquinha, uhhh que delícia… Passei a língua pelo reguinho e parava com a pontinha no cuzinho. Ela gemia e dizia:

– _Mais sua vadia, chupa…. Depiladora safada, tesuda… Me chupa… Caralho… _

Aquilo me deixava com mais tesão e mais fundo eu metia a língua naquele rabão. Forcei a língua no cuzinho e a cadela empurrava a bunda na minha direção. Aí eu comecei a avançar em direção aquela buceta gostosa que estava toda molhadinha, ia do cuzinho até a buceta e voltava e ela gemendo e rebolava de tesão.

Virei aquela cadela para mim e enfiei a cara naquela xoxota lisinha. Lambia tudo! Colocava os grandes lábios dentro da minha boca e chupava, enfiava um dedo, dois enquanto lambia o grelo. Ela pedia:

– _Bate na minha xoxota, cachorra… Aperta meu grelo… _

E eu fazia, louca de tesão!

Então, tirei minha blusa e comecei a passar meus peitos, que são bem grandes, naquela xoxota e dava para ela provar. Ela mamava muito gostoso, parecia um bezerrinho. Então a cadela virou de quatro de novo e disse que queria sentir meus bicos no cuzinho. Eu delirei, porque o cuzinho dela piscava tanto que mordia meus biquinhos… Que tesão! Quase gozei nesta hora.

Eu passava meus biquinhos naquele cu gostoso e, com a outra mão, eu punhetava aquele grelhão que mais parecia um mini cacete. Ela gozou gostoso dessa maneira e depois pediu para eu mamar no grelo dela como se fosse um cacete.

Ela ficou de pé, eu de quatro na frente dela, mamando naquele grelo, passando a língua em todo bucetão. Ela rebolava e lambuzava minha cara, enquanto dizia:

– _Assim meu amor, que chupada gostosa, faz a tua mulher gozar… Ahhhh… _

Eu lubrifiquei um dedo e enfiei no cu da cadela e esperei a reação. Ela pegou minha cabeça e segurou firme. Foi a senha para eu enfiar o segundo dedo e começar um vai e vem no rabinho dela enquanto chupava a buceta.

A vadia enlouqueceu! Pegava minha cabeça e me puxava contra ela, forçando a buceta para que eu chupasse mais e mais. E foi o que fiz. Coloquei a buceta dentro da boca o mais que pude e chupei alucinadamente.

Ai a cachorra gozou mais uma vez, agora derramando um monte de caldo gostoso na minha boca, me deixando toda lambuzada. Depois se vestiu apressada, me deu um delicioso beijo de língua, foi embora e nunca mais voltou.

Eu fui ao banheiro e só de tocar meu grelho gozei gostoso, ainda com o gosto daquela buceta deliciosa na boca. Desde então, sempre que aparece uma cliente safada eu chupo, mas não deixo me chuparem. Isso só o meu noivo pode fazer!

Nada me dá mais tesão do que fazer uma mulher gostosa gozar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *