Mendingo Pauzudo, Minha Esposa Adorou

Eu Antônio e minha Esposa Josiane, Eu 42 Ela 38, Dezoito anos de Casados o Sexo já Morno pelo tempo, quase sempre um ou outro criava umas fantasias para esquentar o Clima na cama, assistimos uns filmes Pornôs e ela ficava admirada quando o Ator era Pauzudo
via seus olhos brilhar, como o meu era tamanho padrão ou seja Comercial, tentei agradar e comprei um Consolo bem grande e grosso, usamos algumas vezes, mas não era a mesma coisa, faltava vida, e prometia que um dia ia arrumar um Cara bem Pauzudo pra ela, aquilo já esquentava nossas transas e isso virou nossa fantasia, Eu perguntava se ela queria um Pauzudo e falava que ia adorar ver, a safada perguntava se eu queria só ver ou pegar nele também, dizia que sim, ia segurar pra ela Chupar e chupava também. Mudamos para um Setor bem central da cidade, a Casa ficava numa Pracinha com vários Comércios e tinha alguns Mendigos que ficavam sempre pela redondeza, esmolando, bebendo ou zoando uns aos outros, sempre iam nas

Aumento Peniano

Casas pedindo comida, roupas ou se oferecendo para algum trabalho para ganhar os trocados da Pinga, tinha um deles que parecia diferenciado; alto, corpo esguio, barba sem fazer há muito tempo, roupas sujas e surradas, mas era mais sereno que os outros, pela aparência julguei uns 45 anos. Um dia se ofereceu para limpar e podar o Jardim, aceitei e ele começou a trabalhar, fiquei por perto vigiando e conversando com ele. Seu nome era Weber e bem mais novo que Eu tinha imaginado, 36 anos e ia fazer Aniversário na outra semana, fiquei curioso pra saber qual sua História e fui fazendo perguntas e Ele acabou me contando porque vivia na Rua; Há Dez anos um Irmão e sócio tinha lhe dado um desfalque e sujou seu nome além de ter ficado na Lona, pensou em Matar o Irmão, mas preferiu sumir e nunca

voltar, procurei de onde era Ele desconversou e disse que não gostava nem de lembrar. Terminado o serviço ele foi embora e fiquei intrigado, Ele parecia ser uma pessoa centrada mas a desilusão o jogou na Sarjeta. Contei pra Josiane e falei que poderia dar um presente de Aniversário pra Ele e Ela concordou, fiquei de pensar em alguma coisa. Fui trabalhar e aquela História não me saía da cabeça. A noite disse a Josiane, Amor o que você acha de fazer uma Caridade diferente, o Aniversário dele era no Sábado então sugeri ele passar o dia em nossa Casa, dariamos um roupa e levaria Ele pra fazer Barba e Cabelo, Ela concordou desde que tomasse um bom banho, disse que ia falar com Ele. No outro dia o chamei e Propus, ficou desconfiado, passou a mão na Barba, pensou e procurou; porque estava fazendo aquilo. Disse que era um presente pelo seu Aniversário, Ele voltar a ter por um dia pelo menos um dia normal.

Tudo bem Dr. Vou aceitar porque parece uma pessoa legal.
Ficou combinado que no Sábado pela manhã Ele iria pra minha Casa, já providenciei umas roupas e Sapato e no Sábado Ele chegou cedo.
Bom dia Dr.
Bom dia Weber, hoje é seu dia, vamos fazer uma transformação em você e te oferecer um dia especial, primeiro vai tomar um bom banho.
Levei Ele para o quarto de Hóspede, Josiane tinha deixado as Roupas e toalhas. Sai pra não constranger, passado alguns minutos voltei, Ele estava saindo e Eu disse
Será que as roupas vão servir?
Vou experimentar.
Ele tirou a toalha e Eu fiquei espantado com o tamanho do seu Cacete. Era enorme mole, imaginei duro, vestiu a roupa e ficou bom, levei na barbearia e mandei fazer Barba e Cabelo. Virou outra pessoa; limpo, roupas novas e outro Visual sem aquela Cabeleira. Chegamos em Casa e Janete ficou admirada com a transformação. Eu disse
Vamos almoçar no Clube, Você está pronta Amor?
Vou só pegar a Bolsa no quarto
Pedi Ele para esperar e fui no quarto.
Meu bem você não imagina o que vi
O que?
O Cacete dele mole é bem maior que o meu, chega fácil uns 23 cms.
Nossa Amor e como viu?
Na hora que foi vestir a roupa, estou encabulado
Você é mal, queria ver
Há, foi rápido e não podia te chamar né. Vamos almoçar.
No Clube procurei deixar Weber bem a vontade, vamos tomar uma cerveja antes do almoço e fomos pra uma Varanda que dava visão para as piscinas e Ele disse…
Quantos anos não entro numa piscina.
Então está na hora – disse Josiane
Hoje não, talvez outro dia.
Ficamos conversando e Josiane dando a maior atenção e procurando chamar atenção dele e tentando agradar o máximo, Ela perguntou
Antes de ir pra Rua, onde gostava de passar o fim de semana?
Eu tinha um Sítio e adorava ir pra lá, gostava de tomar banho numa cachoeira que tinha lá, mas me tiraram tudo.
Senti uma ponta de revolta na sua fala. E tive uma ideia para unir o útil ao agradável, o fato da minha Esposa querer ver o Cacete dele e a tristeza em falar do Sítio.
Weber tenho uma proposta a te fazer. Conheço um Hotel Fazenda próximo daqui e estamos programando ir passar uns dias lá, Josiane vive me cobrando isso e esse é um final de semana propício, pois só vou trabalhar na quarta e Você também acho que não tem compromisso, podemos aproveitar até terça e Você mata a saudade do Campo.
Há, mas isso fica muito caro e não gosto de abusar.
Não é abuso, será um Prazer passar esses dias com Você – falou Josiane super animada.
Está resolvido, fiquem conversando aí que vou fazer uma ligação e ver se tem vagas.
Pisquei pra Josiane e sai, de longe fiquei observando. Josiane puxou sua cadeira mais próximo dele e ficou conversando animadamente como se fossem velhos amigos e vi Ela com a mão na Perna dele. Pensei
” Safadinha ” deve estar molhadinha,
Voltei e disse que estava tudo acertado e reservado, por sorte o Hotel está quase Vazio, podemos ir agora se Vocês quiserem. E Josiane mais que depressa…
Então vamos, almoçamos na estrada. Ele concordou
Tudo bem, mas não quero ser um peso, e vou retribuir de alguma forma.
Certo então vamos é só passar em casa e pegar algumas coisas.
Pegamos a estrada, Ele no banco de trás e Josiane na frente mas não parava de conversar e procurar coisas ao nosso convidado, chegava virar o corpo todo pra trás. Parei num posto para abastecer e comprar alguns petiscos, voltei ao Carro e disse
Amor porque não senta no banco de trás, Você está me atrapalhando e tirando minha atenção da estrada, lá vocês podem conversar tranquilos e serei o Motorista de Vocês.
Gostei da ideia.
Já desceu e entrou no banco de trás junto com Weber. Prosseguimos faltava ainda uns 50 kms e Josiane procurou se Ele tinha se Apaixonado antes de ir pra Rua, respondeu que sim, mas foi outra decepção, era noivo, mas quando. Ela Soube que tinha perdido tudo não quis mais saber dele, foi procurá-la em sua Casa e tanto ela como sua Família fizeram pouco caso dele, dizendo que era um Zé ninguém e não tinha Cacife para uma Moça tão prendada e de Família próspera. Josiane vendo sua tristeza ao falar disso o abraçou e puxou para deitar em seu colo e começou Acariciar seu Cabelo sem soltar sua mão, Ele fechou os olhos e suspirou…
Vocês estão me fazendo muito bem, pessoas que se importam com o próximo. E atenção e carinho assim me lembra minha Mãe.
que Deus a tenha. Eu falei do volante. Você está muito Carente de convivência, nós também, somos só nós dois e às vezes precisamos partilhar com alguém conversas e outras coisas.
Eu também gosto de Carinho e Você tenho certeza não faz isso há muito tempo. Falou Josiane
E deitou no colo dele e virou de lado afagando sua perna, Ele meio constrangido ficou admirando Josiane; seu decote mostrava um volume considerável dos seus seios, sua blusa fininha, mostrava sua barriguinha deliciosa e seu short deixava um par de coxas pra ser admirada. Ele colocou a mão nos Cabelos dela e disse…
Vocês são um Casal diferente e muito Amáveis e Você é muito bonita e atraente. Estou gostando de ter conhecido Vocês, espero não decepcionar.
Me faça uns Carinhos sei que está precisando e Eu adoro receber Carinho. Eu liberei
Pode fazer Weber, agora somos seus Amigos.
Ele começou uma mão nos cabelos dela, mas seus olhos não saiam dos Seios. Josiane puxou uma das suas mãos e colocou na sua barriga e levemente Ele começou um carinho, Ela remexeu a cabeça no seu colo e disse.
Hummm, está deliciosooo, continue.
Josiane sentiu um enorme volume crescendo por baixo da sua cabeça e fez questão de apertar mais a cabeça apertando seu Casete. Ele meio constrangido quis parar, mas Ela pediu pra continuar, levou a mão por baixo da cabeça e colocou no seu Pau que realmente era enorme e pulsava, Ele me olhou pelo retrovisor assustado, lhe pisquei e disse
Ela está gostando e também é carente. Pode fazer, adoro ver ela feliz.
Nessas alturas Ele já sabia o que queríamos e voltou as Carícias, a mão da cabeça desceu para o pescoço e orelhas e a mão que estava na barriga ficou mais atrevida entrando por baixo da blusa e chegando em volta dos seios arrancando suspiros de Josiane que acariciava levemente aquele Mastro em baixo da sua Cabeça.
Sei que as Carícias estão deliciosas, mas estamos chegando.
Mas já – Josiane disse com tristeza.
Ela sentou no banco e olhando pra Weber e seu volume. Disse
Obrigada pelos Carinhos estava uma delícia.
Obrigado a Vocês, há anos não recebia Carinhos e atenção que estão me proporcionando.
Josiane deu-lhe um beijo no rosto e afagou seus cabelos…
Você está merecendo, quem sabe podemos continuar de onde paramos.
Vou ficar feliz em agradar.
Chegamos e escolhemos uma Cabana no meio de muitas Árvores e próxima de um Lago, tinha até pedalinhos, era encantador o lugar.
Weber disse
Que lugar mais lindo, tem cheiro de Paz.
Verdade, enquanto se acomodam vou ver as opções de passeios e o que se pode fazer aqui.
Josiane ajudou Weber se instalar no quarto de Hóspede e ele perguntou
Você e seu Marido são bem liberais hein?
Sim somos parceiros e companheiros, gostamos de satisfazer um ao outro.
Quando me escolheram, já tinham em mente me trazer pra cá com intenções definidas?
Não no início a intenção era proporcionar um Aniversário diferente, Antônio gostou muito do seu jeito, mas aconteceu uma coisa que me deixou curiosa.
Que coisa?
Vou te confessar e contar; Eu e Antônio temos uma Fantasia de relacionar com uma pessoa do Pau grande. Nunca fizemos isso, assistimos filmes e tínhamos essa fantasia. Quando Antônio viu Você se trocando, me contou o que viu, seu enorme Cacete e vendo Você limpinho e cheiroso me deu vontade de ver e quem sabe sentir, pegar. E hoje dentro do Carro confirmei é um monstro e já nem sei se aguento tudo isso, mas não queremos nada forçado ou por obrigação, Você tem estar afim de Compartilhar com a gente.
Os dois querem?
Acho que sim, pois quando fantasiamos os dois gostam e falam nisso.
É, Vocês me surpreenderam e o danado é que estou gostando, desse jogo de Sedução.
Jura?
Josiane pulou no seu pescoço e se beijaram com muita Tesão.
Quero deixar Você com muito desejo de nós possuir, Você topa continuar nosso jogo e fazer Antônio babar também como estou.
Topo, Vamos deixar Ele ficar com bastante Tesão.
Ele sentou no Sofá e me deitou no seu colo…
Vamos continuar as Carícias do Carro, pra Ele ver quando chegar.
Ela grudada no Cacete e sentindo a mão nos seios, agora acariciando um e outro, levou a mão nas coxas lindas e torneadas e acariciou arrancando suspiros de Josiane, pegou na sua buceta por cima da bermuda e apertou levando Ela ao delírio.
Nossa que delícia seu toque, acabei de gozar.
E acariciava o Cacete em toda sua extensão. Antônio chegou e viu os Carinhos que trocavam e sentou na poltrona em frente e ficou admirando.
Nossa Amor tem uma coisa grande aqui, estou adorando, posso continuar?
Pode… Eu deixo.
Então vamos tomar um banho, pra Eu ver os dois limpinhos, vão para o quarto do fundo e se aprontem.
Ela levantou e a tora do Weber tava quase estourando a bermuda, Ela foi para o outro quarto e nos para o do fundo do corredor, Ele tirou a roupa e fiquei paralisado, não conseguia tirar os olhos daquele monumento. Disse alguma coisa pra sair do espanto..
Ela e muito fogosa, não acha?
É muito linda e Carinhosa, tira a roupa e vamos banhar, vem.
Fiquei nu e pude ver o meu era a metade do dele.
Você não tira o olho, tá gostando?
Estou, é muito grande, queria ter um assim.
Então pega pra sentir
Posso?
Pode, sei que está com vontade
Peguei e alisei com as duas mãos, era Veiudo e tinha uma Cabeçona, só aquele contato me fez gozar…
Lava ele direitinho pra Ela, Você quer ver Ela acariciando meu Pau?
Quero muito, Você vai deixar Eu ajudar nas Carícias.
Pode me ajudar foder Ela e fazer Aguentar tudo.
Vou ajudar.
Terminamos o banho e fomos ver o que Ela fazia, Weber foi pra varanda e entrei no quarto, Ela estava nua se perfumando, abracei por traz todo Carinhoso…
Nossa meu Maridinho tá com a Ferramenta dura que delícia. Porque isso?
Acabei de pegar numa Ferramenta bem maior.
Você pegou? Gostou?
Gostei, e Você tá disposta a enfrentar aquilo tudo?
Tô morrendo de vontade.
Ele está pronto e Você quer agora ou a noite?
Vamos dar um passeio, comer e beber alguma coisa, quero sentir Ele com bastante vontade.
Fomos na Cantina comemos e bebemos umas e saímos numa caminhada, na beira do Lago sentamos num quiosque e ficamos admirando a paisagem e a Paz do lugar…
Weber está gostando do Passeio?
Estou, e agradeço por tudo, Vocês estão me proporcionando o que não tenho há muito tempo. Inclusive reações Corporais.
Como assim?
Ereção, há anos não sentia, e hoje Vocês acordaram esse lado.
Será que é por minha causa?
Lógico, Você é muito linda e gostosa e sua Sedução não é vulgar é Sexual. E Antônio também, pegou no meu Pau por Prazer sem demonstrar ser Homossexual.
Josiane deitou no seu colo já com a Mão no Gigante e acariciou e ele estufou mais a Bermuda. Que delícia ele acordou. E Ela perguntou
Você vai ser Carinhoso pra Eu aguentar?
Vou, temos muito tempo e a Tesão ajuda. Você é que vai engolir, a medida que aguentar e quiser.
Amorzinho vou lubrificar os dois e te ajudar.
Jura Amorzinho? Vai ajudar sua mulher engolir esse Gigante?
Vou ajudar e adorar assistir.
Então estou pronta, basta o Gigante dizer que Quer e está pronto também.
Estou quase gozando só de pensar.
Voltamos passamos na Cantina bebemos mais umas e Weber que só bebia destiladas tomou duas doses pra esquentar, disse Ele. Antônio pegou uma garrafa de Whisky e gelo e fomos pra Cabana. Josiane já nos puxou para o quarto e despiu Weber Beijando seu Corpo e admirando o tamanho do Cacete, pegou com as duas mãos e foi beijando e lambendo aquela cabeçorra tentou colocar na boca, parece que não cabia, ela forçando e babando nele até que conseguiu colocar a Cabeçona na boca e chupou com gosto, Weber gemia e suspirava e segurava a cabeça de Josiane e acariciava seus Cabelos. Antônio vidrado do lado olhava e punhetava, Weber deitou Ela e entrou no meio das pernas e começou chupar sua buceta e dedilhar seu Clitóris, Grelo e enfiar a língua bem no fundo e Ela já gozou a primeira vez, estremecendo toda, Ele mandou Antônio lubrificar seu Cacete, que obedeceu correndo, passou creme no Cacetão todo e na Vagina da Amada que ia ser espetada pelo Monstro. Weber sentou na beira da Cama e Josiane sentou no seu colo abraçada ao seu pescoço…
Você é quem comanda minha gostosa engole o tanto que der conta, vai com calma que Você consegue tudo.
Me ajuda Amorzinho, quero engolir esse Gigante todinho, sei que vai doer, mas quero tudo.
Vai Amorzinho, vou lubrificando ele.
Ela encaixou bem arreganhada na Cabeçorra e soltou o peso forçando pra entrar, Antônio passou mais creme e entrou a Cabeçona, arrancando um grito de Josiane que se segurou de cócoras. Weber beijava sua boca, pescoço e Seios e falava..
Vai gostosa aguenta, quero ver meu Cacete todo dentro de Você.
Vou ficar arregaçada com esse Monstro mas vou engolir tudinho.
Soltou mais o peso foi mais um pedaço, ela mexeu pra se acostumar né descendo e gritando e gemendo e rebolava um pouquinho. Weber suspendeu ela pelas Popas e Antônio lubrificou novamente ele soltou e ela forçou até entre tudo e Ele disse…
Fica quietinha e sinta meu Cacetão enterrado em Você.
Tô sentindo, tá ardendo como fogo mas estou adorando.
Vou te foder gostoso agora.
Ele levantou com Ela engatada e colocou de quatro e começou bombar devagarinho, ela gritava, chorava e gemia.
Vai gostosoooo me arregaça com esse cacetão deliciosooo, sempre sonhei com um desses, vem cá Amorzinho deixa Eu chupar seu Pintinho e vou morder pra Você sentir dor junto comigo.
Antônio colocou o pau na boca dela que chupava e mordia e os dois gritavam, ela gozava sem parar e Weber deu um Berro de despejou porra de vários anos estocadas enchendo a buceta dela que desfaleceu de dor e Prazer. Seu Maridinho abriu suas pernas e limpou aquela buceta toda esfolada e escorrendo porra deixou ela limpinha e fez o mesmo no Cacetão do Macho que acabara de foder sua Mulher e Lambia ele todinho até as bolas do saco deixando duro de novo. O Macho bateu o pau na sua cara e disse…
Quer experimentar?
É muito grande, vai doer muito.
Josiane alisou a bunda do Marido e encorajou…
Você aguenta é só um pouquinho maior que o Consolo que já enterrei em Você, vai Weber come esse cuzinho do Maridinho Corno e Viadinho, ele vai adorar.
Então lubrifica ele e fica de quatro
Antônio passou creme no Rabo e no Cacetão e o Macho começou enterrar, depois que entrou a Cabeçona e resto foi devagarinho mas entrou fácil, Ele deu uns gritinhos mas aguentou firme
Há Corninho Você estava mais laceado, já levou Consolo agora é pica de verdade.
Bombou com força e o Maridinho gozouuu, Weber segurou firme e continuou bombando, quando viu que ia gozar tirou e colocou o Casal pra receber porra na boca, os dois beberam tudo até a última gota. Foram tomar banho e depois relaxar com um bom Whisky, Josiane deitada com a cabeça no Monstro não parava de acariciar e beijar sua Cabeçona…
Que pica Deliciosa daqui a pouquinho quero ela de novo, Você me dá?
Vou comer seu Cuzinho pra deixar os seus buracos no meu Calibre, depois o Corninho vai só chupar. Você quer?
Quero muito. Amorzinho vai buscar alguma coisa pra comermos depois, deixa Eu namorar com meu Cacetudo sozinha, Você vai só imaginar esse Cacetão no meu Cu.
Tá bem meus Amores vou e demoro, pode namorar gostoso.
Ele Saiu e Josiane montou em cima do seu novo Macho e ficou Beijando e esfregando a buceta naquela tora…
Você promete me foder sempre, agora o Pintinho do Antônio não vai fazer nem cócegas.
Vai depender de Vocês, eu sou um João ninguém, a única coisa que posso oferecer é meu Cacetão.
Mas é só Ele que quero, e Antônio vai cuidar de nós.
Sendo assim meto nós dois quando me chamarem.
Ela continuou esfregando e encaixou o pau e foi engolindo até sentir todo dentro, agora entrou mais fácil embora ardesse, Ela Cavalgou até gozar e deixar ele bem lubrificado, ficou de quatro e passou creme no Rabo e Weber apontou e forçou entrou a Cabeça Ela quis sair mas ele segurou pelas ancas e enterrou mais um bom pedaço
Aiiiiiiii seu puto tá doendo vai devagar. Aiiiii
Ele esperou uns segundos e enterrou o resto, ela gritou e levou um tapa no bumbum e mais um, uma dor tampou a outra e Ela começou rebolar devagarinho e pediu
Bate mais com força quero gozar sentindo sua mão me batendo na bunda.
Ele deu mais dois tapas e começou bombar com força Ela gritou, gemeu.
Cacetudo gostoso tô gozannnnddoooo e quero mais, mete com força me rasga, enche meu Cu de porraaaaa
Ele enfiava tudo e soltava um jato de porra quente, de novo e outra vez.
Encheu o Cu dela de porra.
Sua porra quentinha gostosa aliviou a dor,
Antônio entrou e os dois estavam abraçadinhos se beijando apaixonadamente e trocando juras.
Venham comer trouxe comida, um fortificante pro nosso Macho e Ervas para um banho revigorante, em poucos minutos estamos prontos pra outra sessão. Josiane disse
Isso é bom, fiquei muito tempo fantasiando, agora é real quero aproveitar, sem dor
Enquanto Vocês comem, vou preparar a banheira.
Fomos pra cozinha como dois namoradinhos, Eu colocava comidinha na sua boca, e Ele me beijava em retribuição. Fomos para a banheira e Antônio já estava refrescando o Rabo. Josiane entrou e Weber ficou sentado na beirada nós observando, Antônio cuidava da esposa pra outro meter, e disse
Vocês são adoráveis, estou gostando, deveria ter mais pessoas como Vocês.
Ficamos quase uma hora no banho de ervas e fomos pra cama, Antônio disse que estava cansado e foi dormir
Pode ir Amorzinho vamos tomar mais um whisky e vamos também. Deixa curtir esse gostoso mais um pouquinho.
Antônio foi para o outro quarto e deixou Eu aproveitar, deitamos agarradinhos e começamos nós acariciar e Ele disse
Como é engraçada a vida, até ontem não tinha motivo nenhum pra ficar alegre, Você mudou isso, já quero te agradar.
Quer me agradar é? Então me enfia essa Vara gostosa agora.
Ele se inverteu e começamos um 69, enquanto me chupava lubrifiquei seu Cacete com creme, saliva e sentei no seu colo, fui engolindo suavemente sem dor e apreciando cada pedacinho daquela tora e abraçadinhos fomos mexendo até sentir arrepios brotar e gozar como louca, me colocou na posição de frango assado e enterrou tudinho e começou dar estocadas várias e gozamos juntos. Adormecemos exaustos de tanto Prazer e era só o primeiro dia…
Acordamos o sol já alto, com um delicioso boquete que meu Maridinho fazia em nós e Weber brincou…
Olha que bonitinho o Corninho Acordou querendo leitinho.
Fizemos um 69 de três, Weber me chupava e dedilhava meus dois buraquinhos massageando pois estavam esfolados e ardidos, logo Eu e Antônio gozamos e fui ajudá-lo na Picona pra beber leite na boca e não demorou saiu o primeiro jato, e mais vários que engolimos tudo, Eu e Weber fomos tomar uma ducha e Ele começou me banhar e não resistiu me comeu outra vez, agora em pé, me encostou na parede e enterrou seu Cacetão na minha buceta e Eu espetada delirando e gozando,
O Domingo começava Divinamente. Foram mais dois dias de Fodas e mais Fodas. Weber tinha um fôlego de Elefante, não se cansava. Voltamos na terça. Antônio propôs que se quisesse sair da Rua íamos ajudá-lo, sem compromisso, Ele concordou e arrumamos um quarto pra ficar no fundo de nossa Casa, embora Ele só dormia no nosso. Nós dando muita Rola, mas com três meses Ele sumiu sem deixar notícias, era a Sina dele Viver nas Ruas. E nós ficamos sem nosso Cacetão. Estamos triste em busca de outro… Quem sabe…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *