Assalto de mentira,para comer a mãe

Meu nome é Marcos ,alto ,cabelos curto e liso e olhos verdes.Na minha casa mora eu e meus pais e sou filho unico.Toda essa história passou a se manifestar quando de tanto meus colegas ficar dizendo que minha mãe é muito gostosa,comecei a reparar nela e ai sim,tive a certeza que ela é uma tremenda cavala.Seu nome é Ana,1,65,cabelos longos e cacheados, morena tipo jambo,quase uma mulata,só que mais clarinha,bunda grande e arrebitada e a paixão da minha vida,seus peitos, eles são bem redondos,mas não grandes ,no tamanho normal, mas bem empinados,acho

que meu pai não é chegado em mamar neles,enquanto eu,faria qualquer coisa para pode mamar neles,e foi o que fiz.Eu tenho dois amigos que são como irmãos, fazemos tudo juntos e até cobiçamos a mãe um do outro,Paulo e André tem mães muito gostosas e por incrível que pareça, eles tem a mesma vontade de comer a mãe deles,como eu tenho da minha.Depois de assistir alguns videos de sexo,vi um que ladrões invadem uma casa e obriga a dona a transar com eles,eles fazem a festa com a senhora e ela acaba até gostando.Pensei por vários dias e resolvi propor um plano para meus amigos e ver o que eles acham,chamei os dois em casa e disse:

– Estou com um plano em mente,mas ele só dará certo se vvs dois me ajudarem!Vc dois queriam transar com suas mães?

– Claro,com certeza!Responderam os dois.

– E se além de transar com suas mães ainda conseguirem transar com as mães do outro?O que acham?

André – Que pergunta é essa?Claro que sim!

Paulo – Eu faria qualquer coisa para comer minha mãe e as suas mães também!!Não sei qual é o plano,mas já concordo!

– É o seguinte, Vcs dois vão se passar por ladrões e invadir minha casa,vai ser num dia que meu pai não vai estar e obrigar minha mãe a transar comigo e depois vcs dois também aproveitam dela .Se vcs dois obrigarem ela a fazer sexo comigo,o medo e a vergonha vai ser tão grande, que tenho certeza que ela não vai querer fazer a denuncia!

André – Cara,vc quer que nós se passemos por ladrões?E se der errado?

– Não vai dar errado,tenho certeza!Vcs vão entrar na minha casa de noite,eu vou dar a chave reserva do portão e da porta dos fundos e eu vou estar na sala vendo tv com minha mãe!

Paulo – Cara,estou com medo,mas o tesão de ver sua mãe transando com vc e depois eu poder comer ela,já topei!

André – Eu também topo,mas temos que conseguir armas!

– Eu arrumo armas de brinquedo, na hora medo,ela nem vai notar!Posso marcar o dia então?

– André, pode,mas para quando vai ser?

– Sábado agora!Meu pai vai viajar e só volta na segunda!O plano é o seguinte,vcs dois entram na casa e anunciam o assalto, pedi para ficarmos quietos que nada vai acontecer conosco.Mas vcs tem que ser convincentes entendeu?Eu vou segurar minha mãe e se levantar bravo e um de vcs,vai me dar um tapa na cara e mandar ficar quieto se não vai morrer!Mas tem que ser um tapa forte,sem dó!Ai ela vai ficar com medo e obedecer!Um me amarra e o outro fica com a arma apontada para ela.Depois ,um de vcs dão uma mexida na casa e põe meu notebook num saco e perguntam sobre dinheiro.Pegam minha carteira e ai a festa começa!

Paulo – Cara,vc bolou esse plano só para comer sua mãe?Vc é um tarado mesmo,mas eu gostei!Ai fazemos com as outras mães também!

André – Verdade!E ai,como vamos fazer para ela transar com vc?

– Vcs nos amarram na cadeira com os braços para traz e fica me ameaçando o tempo todo se ela não colaborar!Eu quero que façam do jeitinho que vou dizer,não pode sair do plano de jeito nenhum, pois temos que ser convincentes.

Os dois – Ok!

– Depois um fica na sala e o outro mexe na casa e põe algo de valor num saco de lixo e pega mjnha carteira que vai estar na estante.Ai começa a diversão! Vcs vão elogiar ela dizendo como ela é bonita e gostosa,e vão passar as mãos nela,só isso!André vai dizer que é sujeira tentar algo com ela,e Paulo concorda e resolve parar de passar a mão nela.André vai dizer assim,para nós é sujeira, mas para o filho não!

André – Já estou adorando o plano,continua!

– Vcs soltam ela,mas sempre ameaçado e dizem,se não colaborar,seu filho vai apanhar mais ainda!Levam ela na minha frente e dizem assim: tira um dos seios para fora e põe na boca do seu filho,e ele vai ter que chupar,entendeu dona!Se ela não quiser fazer isso,um de vcs me dá outro tapa,forte entendeu!E ela vai ficar com mais medo ainda e colaborar. Depois que eu estiver mamando nela,vcs obrigam ela a tirar meu short e pegar no meu pau e bater uma punheta pra mim sem tirar o peito da minha boca!

André – Cara,já estou de pau duro imaginando essa cena!Isso é um feitiche seu?

– Já bati varias punhetas pensando nessa cena!Continuando,vcs pedem para ela me chupar até eu gozar na boca dela.Depois obrigam ela a continuar chupando meu pau até ficar duro de novo e faz ela tirar toda a roupa e sentar no meu pau de frente comigo e ainda por seu peito na minha boca,assim eu meto nela mamando!Entendera o plano?

Paulo – Cara,se esse plano der certo,vou querer fazer com minha mãe também, desse jeitinho!

André – E depois ,o que fazemos?

– Ai é por conta de vcs!Se algum dia sonharam em comer minha mãe, essa é a hora.Só me prometam uma coisa,em hipótese alguma, maltratem ou um batam na minha mãe, apenas em mim,se precisar,entenderam?

Os dois – Concordamos!

André – Marcos, é para dar tapa forte mesmo na sua cara?

– Claro,assim minha mãe vai sentir a realidade no assalto,e depois eu vou fazer o mesmo com vcs e com suas mães!Outra coisa importante, engrocem a voz na hora do assalto e falem o menos possível, usem máscara de motoqueiro,assim a voz sai distorcida,e não tirem a mascara de jeito nenhum e venham com roupas pretas.Então fechou e até sábado as 23:00!Ok?

– Os dois – Ok!

.Esse papo foi na segunda e durante a semana,fomos ajustando os detalhes.No sábado de manhã, revisamos pela ultima vez o plano e agora era só aguardar a noite.Combinei com minha mãe de assistirmos um filme juntos as 22:00 e ela gostou da ideia,quase perto do horário minha mãe sentou do meu lado no sofá, ela estava um tesão, vestia um pijama de dormir que a deixava muito gostosa,pois era um pouco transparente e dava para ver sua calcinha atolada no rabo e os bicos do seus seios,já comecei a ficar de pau duro.Eu estava muito ansioso e quando deu 23:00 ,aumentei o volume da tv,para abafar,caso os dois fizessem alguma barulho,agora não dava para voltar atrás e aliás, eu nem queria.Os dois entraram e anunciaram o assalto:

– Isso é um assalto?Fica quietinho os dois e nada vai acontecer!

.Minha mãe deu um grito de susto e me assutou também,me levantei como combinado,tentando dar uma de machão e proteger minha mãe!Levei um tapasso na cara que até zuniu meu ouvido e me empurraram para sentar no sofá.:

– Fica quietinho e não tente dar uma de heroi,se não vai levar bala!

.O tapa foi foda,mas valia a pena, minha mãe me abraçou chorando de medo e pedindo para eu colaborar com eles.Estava funcionando:

– Ouvi sua mãe e fica na boa muleque!

.Me amarraram na cadeira e minha mãe também,um ficou na sala e o outro foi mexer na casa.André estava perfeito e dizia se tinha mais alguém em casa,e me ameaçava o tempo todo e minha mãe chorava de despero.Paulo voltou com um saco com algumas coisas e disse:

– Pronto,vamos embora?

André – Calma ai!Olha essa coroa, como é gata e gostosa!

.Se aproximou dela apertou seus seios e ela xingava ele de palavrões.

Paulo – Cara se mexper com ela,vai dar merda,deixa quieto!

André – Ta certo!Mas vamos nos divertir de outra maneira então!Vamos te soltar dona,mas se fizer alguma gracinha, seu filho vai levar bala,ok!

.Soltaram e pediram para ficar de frente com minha cadeira,ela veio sem entender o que eles queriam.

– Dona,é o seguinte,levanta a blusa e deixa seu filho mamar em vc!

.Minha mãe olhou com os olhos arregalados para os dois e con raiva,ai eu tinha que tomar uma ação.

– Vcs não podem fazer isso com minha mãe!

.Foi a deixa,e levei outro tapão na fiça,eses viados tomaram gosto em me bater,mas valeu a pena,pois logo em seguida minha mãe disse:

– Não bate no meu filho, eu faço isso!

.Minha mãe chorando,chegou perto de mim,ergueu a blusa e foi colocando o seio na minha boca e disse:

– Filho, por favor,chupa meu seio,se não eles vão te bater mais!

.Só balancei a cabeça afirmativamente e chupei,no começo foi bem timidamente, mas depois, abocanhei com gosto e mamei gostoso por uns 5 minutos e olhava para minha mãe que estava com os olhos fechados, não sei se era de vergonha ou tesão.Senti ela ficar arrepiada quando mordia o biquinho.

– Agora dona,sem tirar o seio da boca ,abaixa o short e a cueca de uma só vez.Minha mãe ficou mais brava ainda, mas aceitou e foi abaixando tudo. Meu pau estava uma rocha de tão duro e minha mãe percebeu e disfarçou:

– Vai dona,está esperando o que?Pega no pau do seu filho e massageia com vontade,anda logo!

– Desculpa meu filho por isso.

.Ela pegou e ficou batendo uma punheta bem devagar enquanto eu mamava gostoso nela,meus dois amigos estavam seguindo certinho o que combinamos:

– Agora se ajoelha e chupa com vontade!

.A situação já estava sob controle,pois minha mãe se abaixou e caiu de boca no meu pau sem dizer nada,e que chupada ela fazia,uma verdadeira profissional no boquete e nesse ritmo eh não estava aguentando mais segurar e falei:

– Mãe, desculpa,mas estou quase gozando!

– Isso mesmo mãezinha,chupa gostoso o filhinho e engole toda a porra dele,entendeu!

.Minha mãe nem dava mais atenção para os dois e parecia que queria a minha porra na sua boca,pois acelerou as mamadas na minha pica e acabei jorrando na sua boca e ela mesmo escorrendo no canto da boca,ela engoliu tudinho.

– A sim mãezinha, engole tudinho e só para de chupar quando o pau dele estiver duro de novo,entendeu?

.As chupadas agora era mais devagar,mas ainda sim era uma delicia de boca e em pouco tempo já estava duro de novo e agora iria finalizar minha mãe.

– Vem cá dona,se levanta,tira toda roupa!Anda vai,rapidinho!

.Eles ajudaram a tirar sua roupa e já foram empurrando ela:

– Vai mamãe, agora senta de frente na pica do seu filhote e deixa ele mamar em vc e metendo!

.Ela veio com os dois empurrando,sentou no colo e direcionou minha rola na entrada da sua buceta:

– Desculpa filho!

.Pensei comigo, desculpar?Eu estava realizando um sonho,e agora iria gozar na sua buceta,eu quero é fuder gostoso essa cavalona de mulher.Ela foi sentando bem devagar até minha pica entrar todinho nela e deu uma gemida gostosa e colocou seu peito na minha boca,

agora eu mamava e ela subia e descia na minha rola,que sensação maravilhosa,aquele mulherão totalmente entregue a mim e não aguentei e disse:

– Mãe ,me desculpa dizer,mas a senhora é muito gostosa!

Ela só me olhou e sorriu,nisso meu dois amigos já estavam com o pau pra fora e chegaram perto dela,eles ficaram balançando e se aproximando dela,pegaram suas mãos e a fizeram bater punheta.Ela fez meio a contra gosto e eles já estavam passando as mãos por todo seu corpo,nisso acabei gozando dentro da minha mãe e minhas forças acabaram, ela percebeu que eu tinha gozado e se levantou,os dois sem nenhuma cerimônia avançaram para cima dela e ela só olhava pra mim como se pedindo perdão,fizeram ela se ajoelhar e se revezaram em meter na boca dela,e ela começou a gostar e nem se importar mais com a minha presença ali.Eles pegaram minha mãe e a colocaram de 4 ,um veio e colocou na boca dela e o outro foi atrás e meteu na sua buceta,ela já chupava com gosto,gemia e ainda dava reboladas no pau do meu amigo, isso me surpreendeu muito,pois até então minha mãe era uma mulher acima de qualquer suspeita e séria.Um gozou na boca e o outro na buceta e ficaram ainda um tempo alisando ela e quando pensei que tinham acabado,eles trouxeram ela para perto de mim,a colocaram em cima de uma cadeira, a viraram de costa,e a fez sentar na minha cara para eu chupar seu cuzinho e eu adorei meter a lingua nele.Um amigo começou a chupar sua buceta,e eu chupando seu cuzinho e o outro a beijava de lingua,minha mãe se portava como uma verdadeira vagabunda,ela já tinha gozado umas duas vezes e agora estava gozando pela terceira vez,só que agora era chupada por três rapazes e ela rebolava e gemia alto e finalmente já totalmente sem forças,ela desabou procurando uma cadeira para sentar,e os dois para finalizar,fizeram ela bater uma ultima punheta e gozaram em cima dela.Era uma visão que jamais imaginaria,minha mãe nua,toda cheia de porra e cansada de tanto gozar,ela ficou de cabeça baixa e os dois foram embora mudos rapidamente.Eu ainda estava amarrado e não sabia o que falar para ela naquele momento, só pedi para me soltar ,ela ainda demorou um tempo e me soltou, não disse nada e foi para seu quarto e se trancou lá!Eu também fiz o mesmo,e dormi até tarde no domingo,satisfeito em ter comido minha mãe e mais satisfeito ainda,pois agora ela estava nas minhas mãos e usaria isso.Acordei era quase meio dia,fui na cozinha e ela estava na pia,vestida com um vestido fino, curto e bem decotado e sua minúscula calcinha a deixava um tesão,me sentei e disse:

– Bom dia mãe?

– Bom dia filho!

.Ela se virou,veio e sentou perto de mim e disse:

– Precisamos conversar!

– Verdade!Vamos na delegacia mãe?

– Claro que não?Vc está louco!Vamos ter que contar tudo que aconteceu aqui e eu não quero que ninguém saiba disso,entendeu,nem seu pai!

– Entendo!Muitas coisas aconteceram ontem,não é mesmo!

– Sim,e ainda estou confusa!

– Eu,se pudesse,mataria aqueles dois para te proteger,mas não consegui, desculpa!

– Meu heroi,fica tranquilo, me sinto protegida perto de vc sempre!Agora vamos esquecer esse assunto,ok!

– Ok,mãe!

.Esquecer esse assunto nunca,vou bolar um jeito de me aproveitar dessa situação e agir na hora certa.Passou uns dias e em casa parecia que nada aconteceu,meus amigos só queriam conversar sobre minha mãe e eu já queria bolar planos para comer as mães deles,mas não falei para eles que estava bolando um plano para comer minha mãe de novo,só que sózinho agora.Depois de duas semanas,meu pau viajou de novo e eu fiquei o final de semana sózinho com minha mãe. Não queria perder tempo e na sexta a noite convidei ela para assistir um filme,como sempre ela aceitou,ela estava mais tranquila pois trocou todas a fechaduras da casa.Ela estava com seu pijaminha curto como sempre,que a deixava muito sexy e sem sutiã.No meio do filme ela decidiu ir dormir e me largou sózinho na sala,fiquei puto por isso e decidi que iria comer ela de novo de qualquera maneira. Passou um mês e teve um churrasco de familia em casa e meu pai bebeu todas e minha mãe um pouco também eu bebi só um pouco e depois que todos foram embora,minha mãe ajudou meu pai a ir para cama,pois estava chapado,ela meio altinha colocou uma camisolinha curta e foi dormir também, eu fiquei na sala pois estava ainda bebendo e liguei a tv.Depois de meia hora,ouvi a porta do quarto deles se abrir e pensei,dejve ser meu pai ,mas para minha surpresa era minha mãe, ela foi meio cambaleando para pia tomar agua,sua camisolinha curta e transparente a deixava um tesão e sua minúscula calcinha atolada no rego era a coisa mais linda de se ver, fiquei secando ela,mas nem percebeu minha presença.Deu um estralo na minha mente e resolvi atacar ela,levantei bem devagar e chegando atrás dela,agarrei forte por trás e meu pau ficou encaixado no seu reguinho,ela deu um grito de susto e falou:

– Me solta, vc está louco?

– Melhor a senhora não gritar,se o pai ouvir, vai querer saber o que está acontecendo e eu vou ter que contar tudo pra ele!

– Endoidou de vez,ele acaba com nosso casamento de vez!Me solta muleque!

– Então é melhor não gritar e colaborar comigo,prometo que vai ser rapidinho!

– O que vc quer comigo?

.Resolvi não falar mais e agir,apertei seus dois peitões e fiquei bolinando enquanto encoxava sua bundona contra a pia,ela tentava tirar minhas mãos dos seus seios,mas eu era mais forte e estava decidido,chupei suas orelhas e seu pescoço e ela só dizia:

– Me solta Marcos,eu sou sua mãe, me respeita!

.Num gesto rápido, abaixei meu short e minha cueca de uma vez e encaxei meu pau no seu reguinho e agora apenas a micro calcinha entre nós.Continuei agarrando ela por trás e apertando seus seios e ela meio bebada,falava meio mole e tentava de soltar, mas não conseguia,eu já estava de pau duro encoxando ela,peguei e num puxão mais forte, acabei rasgando sua calcinha e ai sim, agora tinha ficado mais fácil. Passei aos dedos na sua bucetinha e estava meladinha,ela deu gritinho pedindo para parar e eu apenas posicionei a cabeça do meu pau na entradinha da buceta da minha mãe e fui empurrando devagar e sentindo ele entrar pouco a pouco.Minha mãe sentiu meu pau entrando e só disse assim:

– Por favor Marcos,eu sou sua mãe, para com isso!

.Nem dei ouvidos e empurrei tudo,ela tentou se soltar mas a precionei mais ainda contra a pia para não escapar e meu pau entrou de uma só vez com tudo nela.Sem chance dela reagir,já comecei a bombar forte e fundo nela,agora só se ouvia dela :

– Para Marcos, para Marcos, me deixa sair!

.Mas sua voz já era mais baixa e suave nos pedidos,a vontade de comer minha mãe de novo era tão grande que acabei gozando rapidinho. Mas na minha cabeça, eu não poderia terminar aquele ato daquele jeito,iria ficar ruim pra mim e com certeza, nunca mais conseguiria de novo transar com ela.Então,depois de gozar, agarrei minha mãe e a deitei no tapete de barriga pra cim,ela já não relutava tanto assim,e resolvi fazer uma coisa pra agradar ela.Cai de boca na sua bucetinha e comecei a chupar seu grilinho e enfiar a lingua me melecando todo no seu meladinho,ela tentava me empurrar ,mas não tinha forças e o pouco que tinha, ia pouco a pouco se perdendo,minhas linguadas e chupadas estavam enfraquecendo minha mãe e aproveitei e comecei a fazer carinhos no seu cuzinho com o dedo e percebi que ela sentia tesão ali também, pois ficava arrepiada e dava reboladinhas.Eu estava conseguindo o meu objetivo final,pois minha mãe agora só gemia e,rebolava e mexia nos meus cabelos,percebi que ela iria gozar,pois começou a empinar a buceta pra cima,como se quisesse buscar minha lingua e suas mãos apertavam minha cabeça contra ela.Fiz o que ela queria e chupei mais forte ,rapido e fundo e seu gozo veio tão abundante e forte que senti o gosto e foi muito bom, lambi mais um pouco e engoli com prazer seu liquido.

– Mãe, o sabor do seu gozo é uma delícia,engoliu com gosto!Sua bucetinha uma delícia de ser chupada ,adorei!

.Ela me olhava e respirando fundo me pediu:

– Me ajuda a levantar e me leva no banheiro!

.Ajudei com maior prazer a levar no banheiro, liguei o chuveiro e a coloquei na agua.Ela estava numa mistura de cansaço e tonta ainda, então resolvi entrar e ajudar a se banhar,comecei a passar sabão pelo seu corpo e ela não dizia nada,só se apoiava na parede e deixava.Passei sabonete no seu pescoço, ombros,braços, costas, passei na sua bunda também, e em nenhum momento ela falou algo,passei nas suas coxas e subi até a virilha, passei na sua bucetinha e no seu cuzinho e ela só apoiou as mãos na parede mostrando submissão.Deixei cair agua nas suas costas e tirei o excesso de sabonete da sua bunda e ela continuava na mesma posição.Fiquei de joelhos atrás dela e fiquei dando beijos e acariciando sua bunda,minha mãe sempre quieta,abri um pouco sua bunda e dei uma lambida no seu rego,ela deu uma mexida,ai me empolguei,abri mais sua bunda e passei a lingua no seu cuzinho e comecei a chupar e passar a lingua,ela queria isso mesmo,pois chegou quase sentar na minha boca, minha lingua já penetrava a entradinha do seu ânus e conforme ela abriu as pernas para facilitar do seu cuzinho ser chupado,sua buceta ficou de fácil acesso para meus dedos,que a penetraram e ai sim,ela estava começando a ficar doidinha para gozar e eu queria muito que ela gozasse desse jeito.A visão da minha mãe ali entregue a mim,aquele mulherão que muitos cobiçam ali na minha frente sendo chupada e submissa de um muleque ,era muito bom e dava um tesão tremendo.Eu chupava seu cuzinho e tocava uma siririca pra ela e não teve jeito,minha mãe gozou gostoso de novo e ficou encostada na parede suspirando,sua bunda empinada naquela posição, eu já sabia o que iria fazer, peguei um creme qualquer,lambuzei meu pau e seu cuzinho,encostei na entradinha e fui empurrando, ela deu um gemidinho mas não reclamou,entrou a cabeça e foi bem apertadinho,segurei suas nadegas e fui empurrando até entrar tudo,ela gemia baixinho e rebolava timidamente,após entrar tudo,comecei a bombar nela e ir fundo.Que sensação gostosa meter no cuzinho da própria mãe, enquanto metia fiquei bolinando seus peitões e passando a mão na sua buceta,fui no seu ouvido e perguntei:

– Vamos fazer isso outra vez?A senhora quer ser chupada de novo por mim?

– Só ouvi um sim bem suave.

Era tudo que eu queria saber e meu tesão aumentou ainda mais naquele momento, e comecei a meter forte, pois queria gozar e foi o que fiz,gozei bastante e enchi seu cuzinho de porra,ainda fiquei um tempo atolado nela até sair meu pau naturalmente dela.A virei de frente pra mim,abracei forte e beijei sua boca sem nenhuma resistência, chupei sua lingua e depois, terminamos de tomar banho .Cada um foi para seu quarto,eu estava satisfeito duas vezes, uma por ter gozado duas vezes dentro da minha mãe e a outra por terra conseguido fazer ela gozar na minha boca duas vezes r

também e a certeza que vamos repetir isso outras vezes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.