Lição na amante do meu marido

Oi sou a Beatriz, vou contar como me vinguei de uma vagabunda que trepava com meu marido. Ela é sua sobrinha, a parte pobre da familia, como é um homem muito bondoso apadrinhou aquela safada desde cedo, pagando seus estudos, desde cedo.
Meu maridinho foi seduzido. Nunca me preocupei, sou muito mais nova q ele e sempre lhe fiz feliz na cama, por isso ele doi a grande vítima dela.

Aos poucos fui desconfiando do cansaço dele, quase sem energia pra fuder comigo, mesmo mais velho sempre deu conta de mim. Passei a seguir e pra minha surpresa vi ele pegando ela na escola, e levando pra uma casa. Claro q dei meu jeito de entrar, fui devagar ate onde vinha os gemidos, meu marido estava comendo o cu daquela égua, ela de quatro na cama sendo enraba, sem nem mesmo tirar o uniforme escolar.
Sai sem q me vissem, possessa de ódio, vontade era matar alguém, aquela vagabunda aproveitadora.

Mais tarde ele chegou, fingir q nada tinha acontecido, como sempre, ele é muito carinhoso, fiquei com muita pena dele, de estar sendo usado, era muito rico. Não dormir a noite, e de manha amanhaci com vontade de me vingar, pensei em como, ate q tive uma ideia, iria acabar com aquela cachorra.
Procurei um grande amigo, muito safado e sem escrúpulo, e tb, não aguenta vê uma novinha q quer fuder, foi ele q tirou minha virgindade.

Bem, falei com ele do meu probleminha e falei dos meus planos, como grande safado, topou na hora.
No dia de colocar meu plano em prática, me ligou dizendo q tinha arrumado o remédio e a casa, e q so tinha q levar a garota para o endereço.
Liguei pra ela lhe oferecendo uma sandália nova, vi no shopping e era a cara dela, logico q a putinha interesseira não perdeu tempo, marquei de pega-la em sua casa a tarde. Passei, e ela entrou no carro, estava super feliz pelo presente, pensou q estavamos indo pro shopping.

Falei q tinha q passar na casa de uma amiga e já iríamos pro shopping.
Entramos na casa, meu amigo nos recebeu e disse q minha ” amiga” tinha ido ate a farmácia e ja estava voltando, nos ofereceu um suquinho, claro q aceitei na frente pra ela aceitar tb, o suco dela estava batizado. Ela bebeu tudo, e aos poucos ficou molinha no sofá, aquele remedinho, a pessoa vê tudo, mas o corpo não reage, fui ate ela e lhe dei um tapa no rosto, dois na verdade.

– Toma sua cadela, vagabunda…. ( meu amigo ficava rindo) então ele foi ate ela e a pegou no colo e fomos para o quarto, retirou toda sua roupa, a deixando nua, ela era magrinha, peitinhos pequenos, bucetinha limpinha e rosinha, nem parecia uma puta .
Ele abriu as pernas dela e depois abriu sua bucetinha com as mãos.
– Nossa q delicinha, vou passar bem com essa história kkk ( meteu o dedo e ficou socando)
– Anda logo, tira sua roupa e faça sua parte, vou ligar o celular . ( iria filmar a foda toda)

Ele ficou pelado, o ferro estava duro q nem uma rocha. Ela estava topada, mas balbuciava e olhava tudo, mas o corpo não reagia.
Ele abriu as pernas dela e se deitou sobre seu corpo, e meteu a vara na safada e ficou bombando, pedi q ele a beijasse, fiquei filmando, ele segurou sua cabeça e meteu a língua em sua boca, parecia q ela correspondia, depois desceu a cabeça e começou a chupar seus petinhos, segurou os braços dela rente ao corpo, e não parava de ferrar a buceta no pau. Pedi pra deixar muitos chupões em seu pescoço e peitos, e meu amigo caprichava. Ele abria as pernas dela e fudia sem dó, a virou de barriga pra baixo, pôs um travesseiro debaixo do corpo, a bunda ficou mais alta, virou o rosto dela pro lado da câmera, deitou sobre seu corpo, pôs três dedos na sua boca, e meteu o aço em seu cu, enquanto calvagava, mordia seu torço, deixando os dedos em sua boca, acelerando com as varadas, ate q gozou no cu da vagabunda.

– Nossa q foda… quero mais… cuzinho apertado, delicioso!
– Por mim, pode fuder a vontade, ja tenho o filme mesmo, essa cadela nunca mais vai querer seduzir meu marido de novo. Tenho ate dó dela quando ele vê isso kkk
– Nossa essa dua maldade é um tesão, vem cá, vamos lembrar dos bons tempos, vem…lembro quando comi vc bem novinha, como chorou na minha pica kk vem safada!

– Praticamente me estuprou naquele dia, mas te perdoei.
Resolvi fuder com ele, fomos pra outro quarto, chupei sua rola pra deixar dura de novo, e depois sentei nela, fiquei de cócoras em cima dele e cavalguei como uma puta.
Depois disso esperei o efeito do remédio passar, a vagabunda tentou se explicar, dizendo q meu marido q a tornou amante dele, ou era isso ou não tinha dinheiro pra escola. Claro q não acreditei em nenhuma palavra daquela cachorra.

Disse q foi estuprada várias vezes, ate se conformar. A fiz calar a boca com um tapa na rosto q a fez cair. A levei pra sua casa e fui pra minha.
A noite, fingi q estava vendo video no zap e o chamei, fiz cara de horrorizada, q tinha recebido um video de sua sobrinha transando com um cara, ele voou na minha mão e pegou o celular pra vê, o video não tinha áudio, so imagens, ele ficou olhando, sem acreditar, parecia q ela correspondia.

Ele disse q tinha q sair, pegou as chaves do carro e saiu, fui atrás, ele pegou ela na porta de sua casa e foram pro local onde sempre fodem. Entrei, estavam na sala discutindo, ela tentando me culpar, so q meu marido a batia e não deixava a puta falar, ele estava em cima dela no sofá, apertando sua garganta, apareci lógico, não queria q ele fosse pra cadeia. Eles tomaram um susto quando me viu. Ele começou a chorar, dizendo arrependido, q tinha sido seduzido por aquela vadia. Claro, abracei ele e disse q não precisa pedir perdão q o amava e sabia q seu coração era bom.

Nos beijamos de língua ali na sala, a safada ficou chorando no sofá, marcada pela surra q levou. Ele me perguntou o q faríamos com ela. Sugeri q continuasse dando ela estudo e se quisesse comer q pudesse comer, puta era pra isso mesmo, e q ele como homem tinha q ter alguma compensação.
Alem do mais, gostei de vê meu amigo fudendo ela em minha frente.

A partir daquele dia a amante virou um brinquedo nosso, ficava vendo meu marido comer ela, depois a fazia chupar minha buceta ate eu gozar, pedimos a família dela pra ela ir morar com a gente, meu marido contrata alguns homens e fazem uma suruba com ela e a gente fica assistindo, mas tb nada lhe falta, terminou os estudos, fez faculdade, hj trabalha numa grande empresa, tudo porque fui generosa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.